Inicio » Mais Seções » Curiosidades » Jovem arranca mamilos e umbigo para vender na internet

Jovem arranca mamilos e umbigo para vender na internet

 

No Instagram, ele escreveu qual seria o preço dos mamilos: 10 mil libras, mais de 50 mil reais.

Que a internet é também um território de maluco, todo mundo sabe não é?

Mas tem hora que a coisa parece passar um pouquinho do limite…

Seguramente é o caso de Karim Boumjimarm, “artista” de 18 anos.

Ninguém poderá falar mais que o jovem só "olhava para o próprio umbigo"
Ninguém poderá falar mais que o jovem só “olhava para o próprio umbigo”

Passando por uma fase de pouca inspiração, digamos assim, ele resolveu realizar em si uma espécie de análise contemporânea a respeito da repetição e da mecanização do corpo humano e suas implicações indóceis sobre a anatomia…

Bem, melhor ele explicar: “Como humanos, temos todos a mesma anatomia. E eu decidi fazer o que quisesse com a minha”.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016. Temer sanciona …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).