Inicio » Montes Claros » Montes Claros – Secretaria de Fazenda e Ministério Público combatem fraudes fiscais em Montes Claros

Montes Claros – Secretaria de Fazenda e Ministério Público combatem fraudes fiscais em Montes Claros

 

Operação atinge empresários do ramo de combustíveis e um cartório de notas da cidade.

Fiscalização da Secretaria de Estado de Fazenda de Minas Gerais (SEF/MG) e técnicos do Ministério Público Estadual deflagraram, nesta quarta-feira (18/05/2016), uma operação especial tendo como alvos um cartório de notas no distrito de Vila Nova de Minas, município de Montes Claros,  e empresários do ramo de comércio varejista de combustíveis. Foram cumpridos mandados de busca e apreensão nos endereços do cartório e seu titular, além de três residências de outros acusados.

Montes Claros - Secretaria de Fazenda e Ministério Público combatem fraudes fiscais em Montes Claros
Montes Claros – Secretaria de Fazenda e Ministério Público combatem fraudes fiscais em Montes Claros

 

O objetivo da operação, executada com apoio da Polícia Militar, é investigar denúncias de uso do cartório para fraude e ocultação de bens dos empresários, com intuito de evitar a execução fiscal de débitos constituídos pela Fazenda Pública Estadual.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

Além disso, as mesmas pessoas investigadas são acusadas de simular o roubo de equipamento Emissor de Cupom Fiscal (ECF) do posto revendedor de combustíveis com o objetivo de esconder provas de fraude no abastecimento de veículos de um órgão da administração pública do município de Claro dos Poções, que já é alvo de investigações anteriores. O equipamento foi recuperado em um dos locais alvos da busca e apreensão.

Um dos empresários investigados é proprietário de diversos postos de combustíveis constituídos em nome de terceiros que, juntos, devem à Fazenda Estadual cerca de R$ 25 de milhões, sonegados em operações de saída de álcool anidro sem nota fiscal. A investigação também aponta para adulteração de combustível.

Os documentos apreendidos durante a operação propiciarão a localização de bens móveis e imóveis ocultados do Fisco, além da localização de provas contidas no Emissor de Cupom Fiscal recuperado e comprovações de fraudes no cartório de notas.

Participaram da ação conjunta quatro auditores fiscais da Receita Estadual, um coordenador do Núcleo de Acompanhamento Criminal da SEF/MG, um delegado fiscal e um coordenador de fiscalização da Superintendência Regional da Fazenda de Montes Claros, dois promotores de Justiça e quatro técnicos do Ministério Público Estadual, além de oito policiais militares.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016. Temer sanciona …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).