Inicio » Colunistas » Aldeci Xavier » Coluna do Aldeci Xavier – Preto no Branco

Coluna do Aldeci Xavier – Preto no Branco

CONTRATUALIZAÇÃO DA SAÚDE

Até agora ninguém conseguiu entender o silêncio de políticos, representantes de órgãos em Montes Claros, que passaram o tempo todo tentando criminalizar e acusar o chefe do executivo de reter recursos dos hospitais, mas até agora não manifestaram sobre a denúncia feita pelo conselheiro municipal de saúde, Roberto Coelho, que questionou o Estado de repassar recursos aos hospitais da cidade sem ter apresentado o instrumento formal de contratualização ao Conselho Municipal de Saúde. Independentemente da comprovação ou não do crime, o assunto tem que ser esclarecido. No momento em que aqueles que acusaram não manifestem sobre o assunto, demonstrarão que o objetivo e a preocupação são outros. A assessoria de comunicação do Estado enviou uma nota de esclarecimento, mas restaram ainda mais dúvidas. Não vamos acusar ninguém por antecedência, mas merecemos um esclarecimento, até para não sermos injustos.

CANDIDATURA DO PT

O ex-presidente do PT de Montes Claros, José Elber, postou nas redes sociais informação de que o PT vai ter sim candidatura própria no município. Em nenhum momento confirmam ou desmentem a candidatura do deputado estadual Paulo Guedes. A este respeito, não precisa ter bola de cristal para chegar à conclusão de que dentro da agremiação, com exceção do deputado, não tem outro nome capaz de disputar o pleito com chances reais de êxito. A única surpresa é se neste período de filiação tenha conseguido algum nome de visibilidade política, o que também não acredito.

DISCRIMINAÇÃO

Se não for objeto de exploração política, gostaria de saber qual o real interesse de grupo que, na tentativa de querer agradar moradores da região do bairro Alcides Rabelo, discrimina de forma nada recomendada a população do bairro Cidade Cristo Rei, mais conhecido com Feijão Semeado. Aproveitaram o fato de a prefeitura ter desapropriado terreno ao lado do Parque de Exposição para construir casas para transferência de parte dos moradores daquele logradouro, para tentar jogar os moradores contra a prefeitura. No bairro Cidade Cristo Rei, quase totalidade dos moradores são gente simples e honestas. Tentar criminalizar toda aquela população é um ato injusto e, na verdade, criminoso. Como tentar resolver o problema daquelas famílias, sem dar a elas dignidade? Aliás, muitos gostariam de deixar aquele local para criar com mais dignidade os seus filhos e só não conseguem porque encontram pessoas que os discriminam. Quero saber se estas pessoas que se mobilizam contra os moradores do Cidade Cristo Rei terão coragem de, no aproximar das eleições, comparecer aquele logradouro para pedir apoio, como que aconteceu no pleito passado.

FAEMG

No início da tarde de ontem, o presidente da Federação da Agricultura de Minas Gerais, Roberto Simões, esteve reunido com dirigentes dos sindicatos rurais do Norte de Minas para não só ouvir as demandas, como também debater o real momento vivido pela classe em todo Estado. Do encontro sairá documento que será encaminhado às autoridades governamentais.

PONTE DO JK

Devido a uma série de cobranças de moradores da região Norte de Montes Claros, mais especificamente do grande Renascença, Floresta, JK, Planalto, Vilage e outros daquela região, a coluna traz informação de que só estava dependendo do prefeito em exercício, José Vicente de Medeiros, a assinatura da homologação da licitação para construção de ponte sobre a linha férrea na região do JK. A empresa vencedora foi a Pais e Filhos. A assinatura da homologação aconteceria na tarde de ontem. Hoje traremos mais detalhes.

JORNALISMO

O escritor Gabriel Marquez já dizia que o jornalismo é uma paixão insaciável que só se pode digerir e humanizar mediante a confrontação descarnada com a realidade. Diz ainda que ninguém que não tenha nascido para isso e esteja disposto a viver só para isso poderia persistir numa profissão tão incompreensível e voraz. Tal pensamento serve como reflexão para aquelas pessoas que se submetem à função de “operador” e informante de esquema. Não temos o direito de usar o sagrado exercício do jornalismo para distorcer fatos, plantar informações falsas com objetivo de favorecer terceiras intenções. Se o fato envolver profissionais que militam há mais tempo na área, a situação é ainda mais preocupante. Lembrem-se que em torno de um homem existe uma família.

Por Alcedi Xavier

Aldec Xavier
Aldec Xavier
------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016. Temer sanciona …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).