Inicio » Mais Seções » Famosos » Tiro passou rente à cabeça de Ana Hickmann, diz advogado

Tiro passou rente à cabeça de Ana Hickmann, diz advogado

 

Apresentadora afirmou, em nota, estar triste e pediu orações para a cunhada, que foi baleada.

O disparo que atingiu Giovana Alves de Oliveira, assessora e cunhada de Ana Hickmann, na tarde do último sábado, era direcionado à modelo e apresentadora da Rede Record, de acordo com o advogado da família, Maurício Bemfica. “Os tiros foram dados de cima para baixo e eram para a Ana. Ela, inclusive, estava com dificuldade de audição depois do atentado, porque uma das balas passou muito perto da cabeça dela”, afirmou o defensor.

Estado de saúde de cunhada de Hickmann é estável
Estado de saúde de cunhada de Hickmann é estável

 

O atirador, Rodrigo Augusto de Pádua, 30, era fã de Ana Hickmann e se hospedou no mesmo hotel que ela, o Caesar Business, no Belvedere, na região Centro-Sul de Belo Horizonte. Conforme o advogado da família, Ana desmaiou enquanto Pádua fazia ameaças. Ele então disparou duas vezes contra ela, que retomou a consciência nesse momento. Um dos disparos acertou Giovana, mas antes passou rente à cabeça da apresentadora.

O marido de Giovana e cunhado de Ana, Gustavo Henrique Bello, entrou em luta corporal com o homem, gritou para que as duas deixassem o quarto e conseguiu pegar a arma dele. Bello disparou três vezes – duas na nuca e uma no braço. Pádua morreu no local. Apesar da versão do advogado, a assessoria da Polícia Civil informou ontem que não tem conhecimento do suposto desmaio da modelo.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

Ontem, em nota, Ana Hickmann afirmou que nunca imaginou que poderia passar por essa experiência. “Nunca pensei que isso poderia acontecer! Nunca pensei que o ser humano fosse capaz disso! Foi terrível! Estou profundamente abalada e triste! Só peço que todos rezem por minha cunhada para que ela se recupere logo”, dizia o texto.

Sem contato. Segundo Maurício Bemfica, é improvável que a apresentadora tivesse feito contato com o atirador por meio das redes sociais em algum momento. “Ela tem milhões de seguidores, e o procedimento nesses casos é bloquear, não tem resposta. Temos que puxar todo o histórico para ver se houve alguma manifestação”, pontuou. As páginas no Twitter e no Instagram de Pádua eram dedicadas à apresentadora e continham centenas de declarações.

Delegacia Especializada de Homicídios, no bairro Bonfim, na região Noroeste da capital. “Ela está completamente sem entender o porquê disso acontecer. Em todos os locais que ela vai, sempre atende bem os fãs”, disse Bemfica. Ainda de acordo com ele, deve haver reforço na segurança da apresentadora. “Ela tem a segurança dela em São Paulo, mas era uma passagem curta em Minas, e ela nunca imaginaria que isso iria acontecer. Com certeza, o alerta vai aumentar”.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

O advogado afirmou que espera que o Ministério Público acate o relatório da Polícia Civil, que, em primeiro momento, sugere que Bello agiu em legítima defesa. Ele afirmou que os dois lutaram por cerca de cinco minutos e que o quarto do hotel ficou bastante danificado. “Ele (cunhado de Ana Hickmann) estava entre a vida dele e do atirador, não havia o que fazer”, avaliou.

Estado de saúde

Assessora. Giovana segue internada. Ela passou por uma cirurgia para tratar lesões intestinais e vasculares. Segundo boletim médico, Giovana continua em tratamento intensivo, mas “está lúcida, acordada, consciente e com os sinais vitais estáveis, apesar de ainda sob riscos”. Ela respira sem aparelhos. O tiro entrou pelo ombro, passou pelo intestino e saiu pela perna.

Cunhado de modelo diz que agiu por instinto

Durante conversa com o advogado da família, Maurício Bemfica, ontem, no hotel onde estava hospedado, ainda em Belo Horizonte, o marido de Giovana Alves de Oliveira e cunhado de Ana Hickmann, Gustavo Henrique Bello, afirmou que Rodrigo Augusto de Pádua atirou contra Ana Hickmann com o intuito de matar.

“Era a minha família ali, duas mulheres e eu. Ou eu fazia alguma coisa, ou nós três seríamos mortos”, pontuou. O cunhado da modelo afirmou ainda ao advogado que nunca passou por nenhum tipo de treinamento de defesa pessoal. “Eu agi por instinto”, disse. Bello não quis falar com a imprensa.

Agradecimento.  Pelo Instagram, o marido e empresário de Ana Hickmann, Alexandre Correa, agradeceu o irmão, Gustavo Henrique Bello, pelo que chamou de ato heroico.

“Reza a regra da vida que todo irmão mais velho é o herói do mais novo. Errado, meu irmão é o meu herói. Guto, eu te amo”, escreveu Alexandre.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

MG - Jovem inventa que mãe está passando mal para estuprar vizinha

MG – Jovem inventa que mãe está passando mal para estuprar vizinha

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 5 de dezembro de 2016.MG – Jovem …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).