Inicio » Colunistas » Hesiodo José » Coluna do Hesiodo José – Fragmentos Diários (aumento e também invento)

Coluna do Hesiodo José – Fragmentos Diários (aumento e também invento)

Reciclagem Daputada

Pedro Leopoldo   é uma das cidades mais liberais do Brasil. Lá, a prostituição é legalizada. Para ajudar as jovens que querem começar na carreira de garota de programa, a Aprosex, uma ONG sediada na cidade de Janauba, está oferecendo um curso intensivo. As iniciantes no mercado do sexo recebem dicas sobre truques para aplicação na cama e apoio emocional. O curso com “noções básicas para a profissionalização” é ministrado por “professoras do sexo” – profissionais com grande experiência no mercado. Entre elas, Aleixa Batista a rainha anal  que trabalha como terapeuta sexual e prostituta há  vinte e sete anos. A Aprosex também oferece curso de “reciclagem” para mulheres já estabelecidas no mercado com a conhecia Linda Carmona ex parceira da irmã Andressa Urach que confessou ter feito sexo anal com Cristiano Ronaldo, Juca de Oliveira, Carlos Guaribano e Geraldinho.

A lei de Temer

Michel Temer o novo governo do  Brasil agindo de forma interina, esclareceu que é legal instrutores (as) de autoescolas oferecerem aulas em troca de sexo, desde que os alunos (as) sejam maiores de 18 anos. No entanto, é ilegal oferecer sexo em troca do serviço. Observou que, apesar da atitude ser ‘indesejável’, oferecer aulas de condução com o sexo como forma de pagamento não é ilegal. Em uma carta ao Parlamento Temer  ressaltou: “Não é sobre o oferecimento de atividades sexuais mediante remuneração, mas o oferecimento de uma aula de condução”.  “A iniciativa cabe ao instrutor de condução, e centra-se em oferecer uma lição de condução, com o pagamento previsto em atos sexuais. A prostituição é configurada quando um ato sexual é oferecido em troca de pagamento financeiro”, concluiu o interino  na carta. Desde que Dilma foi afastada  cresceu no país a procura por as aulas de condução em troca de sexo, ou “um passeio para um passeio”, como a prática tem sido apelidada. Os apoiadores do governo provisório postaram manifestações a favor nas redes sociais:

“Eu acho que já devia ter sido criada uma lei assim, eu sempre usei minha “perseguida” para comprar minhas coisas, olha que tenho casa, carro, moto, bicicleta e conta no banco!” (Marlinandia Carvalho – Tocantins)

“Eu já comi uma viciada em troca de uma pedra de crack” (João Paulo – Montes Claros –MG)

Riso da Hora

Um casal sofreu um terrível acidente e a mulher teve o rosto seriamente queimado. O médico disse que eles não poderiam pegar nenhuma parte de pele do corpo da moça, pois era muito frágil para o rosto. Então o marido resolveu doar uma porção de sua própria pele para sanar o sofrimento da esposa.No entanto, o único lugar de onde os médicos poderiam retirar a pele era de sua bunda. O marido e a mulher juraram nunca dizer de onde a pele veio e fizeram o médico cumprir a promessa também. Além do mais, era um assunto extremamente delicado. Depois da cirurgia, todos ficaram admirados com a beleza da mulher. Ela estava mais bonita do que antes e muito mais atraente! Todos os amigos comentaram e elogiaram! Um dia, ela estava sozinha com o marido e disse que não sabia como agradecer o esforço e o sacrifício que ele fez para sua felicidade. Ela disse, ‘Amor, não sei nem como agradecer tudo o que você fez por mim.’ ‘Minha querida,’ disse ele, ‘você não sabe como eu fico agradecido toda vez que a bruxa da sua mãe te vê e te dá um beijo na bochecha…’

Fica assim amanhã tem mais…

Por Hesiodo José

Hesiodo José
Hesiodo José

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).