Inicio » Colunistas » Adilson Cardoso » Coluna do Adilson Cardoso – O Fim do Dizimo

Coluna do Adilson Cardoso – O Fim do Dizimo

Coluna do Adilson Cardoso – O Fim do Dizimo

E aquele Pastor Evangélico estava mais rico que o Prefeito da cidade que fraudava as licitações e roubava o dinheiro do SUS. A Igreja que antes media o equivalente a uma casa de 04 cômodos, naquelas alturas era quase o tamanho do bairro. O dizimo só era aceito em dólar ou em euro, quando alguma critica lhe zoava nos ouvidos rebatia dizendo que Deus não queria seu representante vestido feito maltrapilho ou cheirando a enxofre como o próprio “Pé-Redondo”. E os fieis caquéticos, olhos amarelados e profundos lembravam zumbis, dizendo amém e olhando para cima a espera da volta de Jesus. Outra particularidade do Pastor era a quantidade de mulheres que o servia na cama, contra as criticas ele rebatia argumentando que se Abraão tivera duas ele teria dez para aumentar a confiança e o amor do senhor que é rei dos reis. Mas Deus estava inquieto, colérico e com vergonha de ouvir por tantas vezes seu nome em vão, queria mandar uma chuva para destruir tudo feito o outro dilúvio, só para acabar com a empáfia daquele hipócrita, mas se assim fizesse muitos inocentes pagariam. Um incêndio no seu carro mataria também o motorista que era escravizado Pela sua avareza, cair pedras do céu só na cabeça dele era difícil pelo tanto de gente que andava ao seu redor. Então resolveu se aconselhar com o Capeta. – Oh Divino! (Espírito Santo o pombo) – Pois não senhor! – Dá uma batidinha de asas lá no inferno e fala com o Capeta que preciso ter uma prosinha com ele! – Mas senhor! Falou o Pombo assustado. – Ali só tem mal encarado, esse povo barra pesada, bebendo e jogando baralho! Deus olhou aquelas asas brancas de cima em baixo e franziu a testa dizendo – Chega à porta e manda chamar a porra do João XII ele já foi Papa, apesar de que sempre foi do lado de lá! Saiu o pombo batendo asas e mal dizendo as ordens, quando de repente foi interceptado pelo anjo Gabriel; – Escuta seu piolhento Deus mandou lhe avisar que suas palavras de injuria foram interceptadas pelo Araponga celeste, outra gracinha e ele te manda para fazer bico de Pombo Correio na Unidade de Policia Pacificadora da Rocinha. Divino com receio fez o sinal da cruz e bateu asas. Duas horas e quinze minutos depois um gigantesco cão de três cabeças e asas pontiagudas chega ao Paraíso, o Capeta com sua capa vermelha e seu tridente coral foi seguido por dois seguranças que tinham corpos de cavalo e cabeças de serpente além do próprio cachorro que se chamava Cérebros. Na ampla sala de reuniões se via através das janelas panorâmicas as mais lindas árvores com os mais variados frutos, flores de diversas cores que o Capeta passou longos cinco minutos observando; – Plantou maçã mais não Messias? Deus que estava acompanhando o vôo de uma Arara vermelha e degustando uma dose de néctar, voltou imediatamente ao semblante sisudo; – E nem vou plantar! E nem vou plantar! Está pensando que me esqueci da tramóia de você e a Serpente para trair Adão? Até hoje ele se deprime quando lembra que foi o primeiro corno da história! Mas vamos ao que interessa! – Pois não por que me chamou aqui? – Estou pensando bater as botas do Pastor! Só que não o quero aqui! O Capeta se levanta soltando fumaça pelas narinas, – Você está o quê hein Messias? – Por favor, me chame de Deus! – Messias, Deus, Didi, Dedê, Moço ou Zacarias para mim não interessa, só quero dizer que aquele filho de uma chocadeira não entra no meu inferno! – Fale baixo que o Mussum e o Zaca estão no ar! Você vai ficar com ele sim, o combinado não pode ser desfeito assim não, temos um contrato universal lembra? O capeta olhou para o chão com a mão no queixo e bateu o tridente no chão, – Contrato se quebra, eu era seu vice-governador e fui expulso por causa de calunias! Lembra-se? Deus deu passos curtos e ficou bem próximo dele, – Me lembro de tudo que você aprontou, até do Traira pago pela vossa excelência para dar um beijo no meu filho e entregá-lo a policia! Você fica com o Pastor e pronto! Por quase meia hora o silêncio foi cortante, os dois se deram as costas e mergulharam os olhos na imensidão do verde lá fora, o capeta acendeu um cigarro de maconha e deu duas baforadas quando daria a terceira foi contido por uma língua d’água lançada por São João que acabava de batizar alguém. Mais trinta minutos se passaram com o silêncio mudando apenas a posição dos seus olhares. Mas chegaram a um consenso, o Capeta que ouvia seu nome constantemente na Igreja sugeriu que o dizimo fosse extinto em todo o mundo, que nenhum ser humano precisasse mais pagar para ter fé. Deus concordou e mandou que a Consciência fosse até os homens que fazem as leis da Terra e ordenasse que “Partir daquele exato momento, estaria extinto o pagamento do dizimo, nem um homem no planeta exploraria mais seu semelhante em nome de qualquer que fosse a Divindade. Se despediram, o Capeta montou seu cão de três cabeças e voou para o submundo. No outro dia os pregadores da praça amanheceram calados, os mestres da oratória dos programas de televisão estavam procurando outro ramo de trabalho e aquele pastor avarento, estava fazendo o seguinte, comprando por dez e vendo por vinte. Uma sacolada de roupas e materiais falsificados do Paraguai. Deus vendo tamanha mudança na fé daqueles homens, sentou-se as margens do Rio Piedra e chorou, suas lágrimas derramaram como as cataratas do Iguaçu, com soluços que lhe saiam feito vendavais, sua tristeza mastigava seu peito de criador e cortava-lhe as palavras que surgiam na inspiração e a poesia não vinha. Deus então, gritou no abismo e ouviu reverberar sua fala, sentiu mais dor, desta vez pela solidão, não havia mais dizimo a ser pago, aqueles hipócritas não se lembravam mais de quem ele era.

Por Adilson Cardoso

Adilson Cardoso
Adilson Cardoso
------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

O responsável pela cirurgia o neurocirurgião César Felipe Gusmão Santiago

Montes Claros – Santa Casa de Montes Claros realiza cirurgia inédita para retirada de tumor cerebral

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 9 de dezembro de 2016.Montes Claros – …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).