Inicio » Minas Gerais » MG – Pneumonia mata 17 por dia em Minas Gerais

MG – Pneumonia mata 17 por dia em Minas Gerais

MG – Pneumonia mata 17 por dia em Minas Gerais

Mais de 17 pessoas morreram de pneumonia por dia, em média, em Minas Gerais neste ano, quando 2.519 óbitos foram registrados até 23 de maio, de acordo com a Secretaria de Estado de Saúde (SES).

Os números da doença, transmitida pelo ar e pelo contato com secreções, como saliva e muco, tendem a crescer com a proximidade do inverno, quando as pessoas costumam ficar em ambientes fechados.

MG - Pneumonia mata 17 por dia em Minas Gerais
MG – Pneumonia mata 17 por dia em Minas Gerais

 

A pneumonia é caracterizada pela infecção dos pulmões e pode ser provocada por vírus, fungo e bactéria. Ela é a terceira maior causa de mortes do mundo, atrás apenas da doença cardíaca isquêmica e do acidente vascular cerebral, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS). Ela é também o principal tipo de infecção capaz de matar. No ano passado, 8.160 pessoas morreram por pneumonia no Estado.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

“A maioria dos casos tem uma grande chance de evoluir bem, mas é preciso atenção para identificar os indivíduos com maior risco de complicações”, explicou o clínico geral Leonardo Paixão, gerente assistencial do Hospital de Pronto-Socorro João XXIII. No grupo de risco estão crianças, idosos e portadores de doenças crônicas.

De acordo com o médico, pacientes com sintomas como febre, tosse com produção de muco, falta de ar e dor no peito ou nas costas ao respirar devem procurar atendimento médico. Casos mais graves costumam provocar também prostração excessiva, confusão mental e respiração muito rápida. “A maior parte dos casos de pneumonia pode ser resolvida no posto de saúde ou nas Unidades de Pronto-Atendimento (UPAs)”.

A artista plástica Débora Ziviani, 35, levou o filho Daniel, 8 meses, ao médico por causa de tosse acompanhada de secreções e febre. “Quando soube que era princípio de pneumonia, desesperei. Ele melhorou com antibiótico, mas a médica disse que se eu tivesse demorado mais três dias, o pulmão dele iria ficar todo tomado”, contou.

Prevenção. Principal forma de prevenção, a vacina Pneumo 10 está disponível nos 148 centros de saúde da capital, em três doses – aos 2, aos 4 e aos 12 meses de idade.

A Pneumo 23, para grupos especiais e portadores de doenças crônicas agudas, está disponível no Centro de Referência de Imunobiológicos Especiais (CRIE). Cuidados como não fumar e se alimentar bem também ajudam na prevenção.

Campanha

Adiada. A campanha de multivacinação, prevista para começar hoje, foi adiada para o segundo semestre deste ano. O Ministério da Saúde não informou a nova data de início da ação.

Doença é a que mais demanda internação

Apesar de a maioria dos casos de pneumonia poder ser tratada sem a necessidade de internação hospitalar, a doença é a que mais demanda internações no Sistema Único de Saúde (SUS), segundo o diretor da Sociedade Mineira de Pneumologia e Cirurgia Torácica, o médico Maurício Meirelles Goés.

“Em alguns casos, principalmente entre os grupos mais impactados, como crianças e idosos, que têm o sistema imunológico mais fraco, a internação é necessária, mas geralmente o tratamento com antibiótico em casa é suficiente”, pontuou.

Até abril deste ano, 20.058 internações por pneumonia (inclusive quando a doença foi originada de outra) foram realizadas em Minas – uma média de 165 por dia. Os dados são da Secretaria de Estado de Saúde (SES). O custo médio de uma internação neste ano é maior do que o registrado no ano passado. São R$ 1.145,67, incluindo diárias de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), ante R$ 1.094,14, em 2015. No ano passado, 71.867 internações por pneumonia foram registradas.

VIATOTAL

ViaTotal

///////////////////////////

BALANÇO DE CASOS DE SÍNDROME RESPIRATÓRIA AGUDA GRAVE

Casos. Em 2016, foram notificados, em Minas,2.614 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), agravamento dos casos de gripe. Desses, 50,7% foram confirmados, segundo balanço divulgado ontem pela Secretaria de Estado de Saúde. Houve alta de 13,5% <CW-31>em relação à semana anterior, quando eram 2.302 casos.

Influenza. Dos casos confirmados, 12,9% foram causados por influenza. Desses, 92,4% eram Influenza A – o que inclui H1N1 –, e 6,4%, B.

Mortes. Dos 171 casos de influenza, 43 evoluíram para óbito, cinco a mais que na semana anterior. Em 2016, já são 236 mortes por SRAG.

Inverno. A estação que mais preocupa os médicos vai de 21 de junho a 23 de setembro.

 

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

O responsável pela cirurgia o neurocirurgião César Felipe Gusmão Santiago

Montes Claros – Santa Casa de Montes Claros realiza cirurgia inédita para retirada de tumor cerebral

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 9 de dezembro de 2016.Montes Claros – …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).