Inicio » Colunistas » Aldeci Xavier » Coluna do Aldeci Xavier – Preto no Branco

Coluna do Aldeci Xavier – Preto no Branco

Coluna do Aldeci Xavier – Preto no Branco

ACORDO COM A COPASA
As últimas informações que chegam à coluna dão conta de que a Copasa reiniciou conversa com a prefeitura de Montes Claros numa tentativa de tentar encontrar uma forma para um aditivo permitindo que a empresa continue operando no município sem a necessidade de que haja concorrência. A este respeito, a coluna procurou vários juristas com conhecimento em relação ao assunto, ficando bem claro que não existe outra saída se não a realização de concorrência. O assunto vem sendo protelado e amarrado através de ação impetrada pela Companhia junto ao TCE-MG. O certo é que a prefeitura não tem outra saída se não o de realizar a licitação, pois várias pessoas, incluindo um vereador, já deixaram claro que caso isso aconteça vai questionar na Justiça.

COPASA EM DÉBITO
Antes de qualquer conversa com a direção da Copasa, é preciso primeiro questionar o serviço que a empresa presta à população de Montes Claros. Além do preço pelo serviço, tem que ser questionado o cumprimento de contrato, a exemplo da construção da Estação de Tratamento de Esgoto, na região do bairro Universitário, cujo local foi questionado antes mesmo da sua implantação. Na época, nem a prefeitura, nem a Copasa apresentaram razões técnicas para definição de local em plena área urbana. Seria para atender a quem ou a quê? Basta dizer que a referida Estação, hoje, não funciona e o esgoto continua sendo jogado in natura no Rio Vieira. A construção de interceptores de esgoto ficou pela metade. Diante de tantos absurdos, seria prudente, inclusive, que houvesse uma investigação para saber como gastaram os R$ 134 milhões, que hoje estariam em torno de R$ 300 milhões.

GREVE DAS UNIVERSIDADES
A Comissão de Educação da Assembleia Legislativa de Minas reuniu, na terça-feira (14), com representantes da Unimontes, UEMG e as unidades de Ibirité e Frutal. A universidade de Montes Claros foi representada pelo presidente da Associação dos Docentes, Gilmar Ribeiro dos Santos. A reivindicação local consta recomposição salarial, a reestruturação da carreira e o reposicionamento conforme a titulação. Querem ainda a incorporação de gratificações ao salário-base, nomeação e posse de concursados, assistência estudantil e melhorias nas condições de trabalho. Sem querer ser pessimista, entendo que o governador Fernando Pimentel (PT) já deixou claro que tem outras prioridades.

PSB DE MONTES CLAROS
Informação colhida pela coluna junto À direção estadual do PSB de Minas Gerais dá conta de que até a próxima semana deverá ser publicada a nova comissão provisória da agremiação em Montes Claros. A questão passa pelo prefeito afastado Ruy Muniz, que continuará fazendo parte das fileiras da agremiação, até que denúncia contra ele seja julgada. Até que prove o contrário, será o candidato do partido na disputa pela prefeitura de Montes Claros.

PT SAUDAÇÕES
Na próxima segunda-feira (20), o Diretório Municipal do PT de Montes Claros reúne seus militantes, no plenário antigo da Câmara Municipal para deliberar sobre candidatura na proporcional e na majoritária. O presidente da agremiação local, Paulo Rogério, também conhecido como Paulão, informou à coluna que ainda não desistiram do nome do deputado estadual Paulo Guedes (PT) na disputa pela prefeitura de Montes Claros. Deixou claro que o nome sai este mês. No caso do impedimento de Guedes, estão apresentando como postulante o professor Petronilho Narciso, o ex-vereador Aldair Fagundes e o ex-vice-prefeito Sued Botelho.

CRIME DE PRESUNÇÃO
A banalização da interpretação da Lei em nome do sensacionalismo midiático nos leva a afirmar que conseguiram, na prática, criar o que podemos chamar de ‘Crime de Presunção’. Prisão deixou de ser exceção para virar regra. O que chamamos de liberdade de expressão, já não existe mais, pois tem sido engolido pela ‘ditadura jurídica’. Hoje, o que chamamos de opinião própria tem sido interpretado como tentativa de atrapalhar investigação. Se não bastasse, qualquer acusação encaminhada ao judiciário com pedido de prisão, já convencionou que tem que constar prisão para não atrapalhar as investigações. Se alguém for àJustiça e o acusar de ter dito alguma coisa, ou feito ameaça, não é preciso a materialidade. Primeiro prende, depois apresenta as provas. Na função de jornalista, nossa preocupação é o de sermos impedidos de defender a sociedade com o argumento de obstrução ou de sermos ligados a essa ou aquela palavra. Pelo visto, a ditadura militar era bem mais branda do que a ditadura branca e opressora que vem sendo praticada em nome da liberdade.

Por Aldeci Xavier

Aldeci Xavier
Aldeci Xavier

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

MG - Jovem inventa que mãe está passando mal para estuprar vizinha

MG – Jovem inventa que mãe está passando mal para estuprar vizinha

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 5 de dezembro de 2016.MG – Jovem …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).