Inicio » Montes Claros » Planejamento de Montes Claros é debatido na 6° Conferência Municipal das Cidades

Planejamento de Montes Claros é debatido na 6° Conferência Municipal das Cidades

Planejamento de Montes Claros é debatido na 6° Conferência Municipal das Cidades

Nesta sexta-feira, 17, foi realizada, no plenário da nova Câmara Municipal de Montes Claros, a 6° Conferência Municipal das Cidades. Com o tema ”Função Social da Cidade e da Propriedade – Cidades Inclusivas, Participativas e Socialmente Justas” , o encontro abriu espaço para o diálogo entre a sociedade e o poder público, no que diz respeito à busca de soluções para os desafios enfrentados pelo município.

6° Conferência Municipal das Cidades
6° Conferência Municipal das Cidades

 

O evento, promovido pela Prefeitura de Montes Claros em parceria com o CODEMC (Conselho Municipal de Desenvolvimento Sustentável de Montes Claros), é uma etapa preparatória para as conferências estadual e nacional das Cidades. Participaram diversas autoridades, além de integrantes da Administração Municipal e de representantes da sociedade civil.

Um dos temas abordados no evento foi o desenvolvimento do espaço público, associado à qualidade de vida e a questões de acessibilidade. De acordo com o arquiteto Davidson Caldeira, da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Planejamento Urbano, o caminho para alcançar esse objetivo passa pela elaboração de normas que possam atender essas necessidades:”é conveniente que o poder público crie uma legislação, através de um Plano Diretor, que sirva de instrumento para direcionar as ações do poder público”.

Opinião compartilhada pelo presidente do CODEMC, Edilson Torquato. Ele vai além: “é preciso fazer um planejamento de médio e longo prazo para que essas normas possam atender a todos os critérios de desenvolvimento urbano”.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

Segundo o assessor de Gestão da Prefeitura e coordenador da Conferência, Jefferson Tolentino, o evento “teve a participação de técnicos de expressão na área de planejamento urbano, envolvendo suas diversas áreas, permitindo aos presentes discutirem os temas com maiores conhecimentos”.      

A questão da criação de moradias populares para a população de baixa renda foi outro assunto muito debatido no encontro. Simone Torres Gusmão, diretora de Assistência Social da Prefeitura de Montes Claros, acredita que ações governamentais podem ajudar, e muito, nesse processo. “Os acessos aos direitos sociais são conseguidos somente através do investimento humano e financeiro das políticas públicas”, ressalta.  

O prefeito em exercício de  Montes Claros, José Vicente Medeiros, ressaltou, durante a abertura da Conferência, a importância da união das forças políticas para ajudar no desenvolvimento da cidade: “eu tenho me esforçado bastante para dar continuidade aos programas sociais da administração. Mas, para isso, preciso da parceria de todos os entes públicos”. 

A deputada federal Raquel Muniz falou na abertura do evento. Ela destacou que “a administração municipal tem se preocupado em planejar uma cidade mais social, acessível  e inclusiva”.

“O tema tem uma amplitude grande, dada a importância de pensarmos o planejamento urbano de verdade para as cidades”, destacou o deputado estadual Tadeu Martins Leite, que também participou da Conferência.


------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

MG - Mortes por afogamento crescem 14% em Minas Gerais

MG – Mortes por afogamento crescem 14% em Minas Gerais

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 8 de dezembro de 2016.MG – Mortes …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).