Inicio » Rio 2016 » Vídeo – Homem é preso por tentar apagar tocha olímpica com balde d’água no MS

Vídeo – Homem é preso por tentar apagar tocha olímpica com balde d’água no MS

Rio 2016 – Homem é preso por tentar apagar tocha olímpica com balde d’água no MS

Um homem de 27 anos foi preso em Maracaju (MS) por tentar apagar a tocha olímpica com um balde d’água.

A prisão ocorreu no domingo, quando o revezamento da tocha passava por cidades do sul do Mato Grosso do Sul. Após a prisão, ele pagou uma fiança de R$ 1 mil e foi libertado. Seu nome não foi divulgado pela polícia.

O homem tentou apagar a tocha quanto ela desfilava no centro de Maracaju. Em um vídeo disponível na internet, é possível o ver arremessando um balde d’água em direção à tocha, que ficou acesa.

Segundo a Polícia Civil, o homem tentou apagar a tocha pois fez um desafio com amigos pelo Facebook. Após atirar água no objeto, ele foi detido por policiais militares e levado à delegacia.

Na delegacia, ele foi indicado pelo crime de dano ao patrimônio. Pagou a fiança. Assim, deve responder pelo ato em liberdade.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

MG - Jovem inventa que mãe está passando mal para estuprar vizinha

MG – Jovem inventa que mãe está passando mal para estuprar vizinha

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 5 de dezembro de 2016.MG – Jovem …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).