Inicio » Esporte » Brasileirão 2016 » Brasileirão 2016 – Cruzeiro é derrotado de virada pela Chapecoense

Brasileirão 2016 – Cruzeiro é derrotado de virada pela Chapecoense

Brasileirão 2016 – Cruzeiro é derrotado de virada pela Chapecoense

Dribles envolventes, eficiência nas finalizações, segurança na defesa e raça aos montes. Todos os elementos que construíram os triunfos contundentes sobre Ponte Preta e Palmeiras ficaram de fora do roteiro da noite desta quarta-feira em Chapecó. Em vez de uma evolução, o Cruzeiro reeditou seus piores momentos no Brasileirão com uma atuação insossa, e sucumbiu perante à superioridade da Chapecoense, por 3 a 2, de virada, na Arena Condá, pela 12ª rodada do Brasileirão.

Brasileirão 2016 - Cruzeiro é derrotado de virada pela Chapecoense
Brasileirão 2016 – Cruzeiro é derrotado de virada pela Chapecoense.

 

E olha que o início foi promissor, com o gol de Matías Pisano, substituto de Alisson, vetado por conta de dor na coxa direita. Porém, o que se viu depois foi um festival de horrores por parte dos celestes, que assistiram a Chape empatar com Silvinho e virar com Arthur Maia. Dando uma de atacante nos últimos minutos, Fabrício Bruno deixou tudo igual. O empate em 2 a 2 tinha um gostinho de vitória para os comandados de Paulo Bento. Só que o gol de Kempes, aos 43 min do segundo tempo representou um banho de água fria aos mineiros.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

Sem tempo para lamentar, o Cruzeiro terá duas partidas seguidas no Mineirão para tentar iniciar, novamente, uma arrancada. No domingo, às 11h, encara o Vitória. E no dia 11 (uma segunda-feira), às 20h, receberá o Atlético-PR.

O jogo

Logo aos 6 min, a aposta de Paulo Bento colocou o Cruzeiro em vantagem. Depois da finalização de Arrascaeta e da defesa parcial de Marcelo Boeck, Matías Pisano aproveitou o rebote para abrir o placar.

O restante do primeiro tempo representou uma atuação apagada dos celestes em termos ofensivos. Apesar de bem defensivamente durante um grande período, a Raposa não conseguiu emplacar um contra-ataque eficiente. O castigo veio aos 41 min, quando Silvinho chutou entre as pernas de Fábio e empatou.

O Cruzeiro continuou sem inspiração no segundo tempo. As laterais não funcionavam, o meio-campo assistia à Chape jogar e o ataque continuava sem encaixe. A combinação de problemas resultou na virada do time catarinense. Aos 23 min, Arthur Maia cobrou falta no ângulo esquerdo de Fábio, que ficou olhando a bola estufar as redes. Fabrício Bruno, aos 38 min, ainda tentou salvar a pátria, ao empatar. Mas Kempes fez o gol da vitória alviverde, aos 43 min.

VIATOTAL

ViaTotal

///////////////////////////

CHAPECOENSE 3 X 2 CRUZEIRO

Motivo: 12ª rodada do Campeonato Brasileiro
Estádio: Arena Condá, em Chapecó-SC
Árbitro: Rodolpho Toski Marques (PR)
Gols: Silvinho, Arthur Maia, Kempes (Chapecoense); Matías Pisano (Cruzeiro)
Cartões Amarelos: Gil, Ananias, Gimenez, Rafael Lima, Kempes (Chapecoense); Mayke, Bryan, Willian, Matías Pisano, Lucas, Bruno Viana (Cruzeiro)

CHAPECOENSE
Marcelo Boeck, Gimenez, Marcelo (Rafael Lima), Thiego e Sérgio Manoel; Josimar, Gil (Arthur Maia), Cleber Santana; Ananias (Kempes), Bruno Rangel e Silvinho. Técnico: Caio Júnior

CRUZEIRO
Fábio, Mayke (Lucas), Bruno Viana, Fabrício Bruno e Bryan; Lucas Romero, Henrique (Federico Gino), Bruno Ramires; Arrascaeta, Matías Pisano (Elber) e Willian. Técnico: Paulo Bento

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Cultura Moc - Festa Nacional do Pequi começa na próxima semana

Cultura Moc – Festa Nacional do Pequi começa na próxima semana

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 10 de dezembro de 2016.Cultura Moc – …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).