Inicio » Montes Claros » Montes Claros – Um pão de queijo por um agasalho

Montes Claros – Um pão de queijo por um agasalho

Montes Claros – Um pão de queijo por um agasalho

Jovens liderados pelo Padre Bessa realizam campanha para arrecadar agasalhos e cobertores para família carentes.
Junto com o Padre Bessa e sua velha Belina, os jovens sairão de porta em porta trocando pães de queijo por cobertores e agasalhos
Junto com o Padre Bessa e sua velha Belina, os jovens sairão de porta em porta trocando pães de queijo por cobertores e agasalhos.

 

No próximo sábado (09/07/2016), jovens da paróquia São Sebastião de Montes Claros sairão de casa em casa, no bairro São Judas e na vila Guilhermina, junto com o Padre Bessa e sua velha Belina (Pão de Queijo Móvel), trocando pães de queijo por agasalhos e cobertores.

– Nossa expectativa é de recolher mais de 500 peças para nossos irmãos que estão passando dificuldade com o frio desse ano aqui em Montes Claros – explica o sacerdote.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

Todas as doações serão destinadas às 14 comunidades rurais atendidas pela Paróquia São Sebastião, onde muitas famílias estão passando frio por falta de cobertor e roupas adequadas, já que o frio desse ano tem surpreendido a todos.

Serão distribuídos cerca de dois mil pães de queijo e biscoitos. Mas, de acordo com o sacerdote, a ideia não é distribuir, mas fazer uma troca como forma de incentivar a doação. Segundo a organização, cerca de 150 jovens – dos grupos EAC e MAC – participarão da campanha que se estenderá durante todo o mês de julho, enquanto o frio continuar.

– Além de evangelizar e ajudar a quem precisa, estaremos dando oportunidade às pessoas de fazer o bem e se lembrar do próximo – ressalta o estudante Miguel Antunes Caldeira, de 14 anos, que fará parte da turma que passará de casa em casa.

Para estudante de Jornalismo, Rodrigo Silva Pires, de 20 anos, durante o inverno muitas pessoas carentes passam por dificuldades por não ter agasalhos e cobertores.

– Por isso é de grande importância criar campanhas como essa, para tirar do nosso guarda-roupa aquilo que está sobrando e faltana casa dos nossos irmãos – explica Rodrigo, que também participa na campanha.

PÃO DE QUEIJO MÓVEL

O Pão de Queijo Móvel já é bastante conhecido na região. Trata-se de uma Belina ano 1975 em estado precário, que o padre Bessa utiliza para fazer campanhas contra o mosquito da dengue e em defesa do meio ambiente. Mesmo funcionando com empurrões, o carro tem sido um importante instrumento de trabalho social na região, já tendo passado pelas cidades de Engenheiro Navarro, Francisco Dumont, Brasília de Minas e hoje está em Montes Claros, na Paróquia São Sebastião.- Com o frio, o mosquito da dengue deu uma trégua, mas não podemos ficar parados e nem deixar água parada. O perigo das doenças transmitidas pelo mosquito está aí, prejudicando a saúde de muita gente, mas neste final de semana vamos combater o frio ajudando nossos irmãos – ressalta Pe. Bessa.

A campanha acontecerá no próximo sábado, e os jovens sairão da Igreja São Judas, no bairro São Judas às 15h30, quando irão de porta em porta para trocar pães de queijo por agasalho.


------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016. Temer sanciona …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).