Inicio » Nacional » Nova fase da Lava Jato investiga banco que atuaria ilegalmente no Brasil

Nova fase da Lava Jato investiga banco que atuaria ilegalmente no Brasil


Reviewed by:
Rating:
5
On 7 de julho de 2016
Last modified:7 de julho de 2016

Summary:

Nova fase da Lava Jato investiga banco que atuaria ilegalmente no Brasil

Nova fase da Lava Jato investiga banco que atuaria ilegalmente no Brasil

Principal alvo da operação é Edson Paulo Fanton, que seria responsável pelo FPB Bank.

A Polícia Federal deflagrou a 32ª fase da Operação Lava Jato, chamada de Caça-Fantasmas, na manhã desta quinta-feira (7).

Nova fase da Lava Jato investiga banco que atuaria ilegalmente no Brasil
Nova fase da Lava Jato investiga banco que atuaria ilegalmente no Brasil.

 

O principal alvo é Edson Paulo Fanton, que seria o responsável pelo FPB Bank, uma instituição bancária do Panamá que atuaria clandestinamente no Brasil. Ele foi conduzido coercitivamente para depor e está sendo ouvido em Santos.

VIATOTAL

ViaTotal

///////////////////////////

Cerca de 60 policiais federais estão cumprindo dez mandados de busca e apreensão e sete de condução coercitiva em São Bernardo, Santos e São Paulo. Não há prisões.

Segundo a PF, o FPB não tem autorização do Bacen e agia “com o objetivo de movimentar contas em território nacional e, assim, viabilizar o fluxo de valores de origem duvidosa para o exterior, à margem do sistema financeiro nacional”.

A instituição também comercializaria, ainda de acordo com os investigadores, empresas offshore que eram registradas na panamenha Mossack Fonseca, alvo da 22ª fase da Lava Jato e centro do escândalo Panama Papers.

Edson Fanton é parente em primeiro grau do delegado da Polícia Federal Mário Renato Castanheira Fanton, que acusou a cúpula de delegados da Operação Lava Jato de irregularidades e coação, como a instalação de um grampo ilegal na cela do doleiro Alberto Youssef.

O delegado, juntamente com um agente da PF, apontados como “dissidentes”, foram denunciados por se associarem para ofender a honra dos colegas.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).