Inicio » Norte de Minas » Norte de Minas – Operação “Serra do Cabral” tem nove presos por crimes ambientais no Norte de Minas

Norte de Minas – Operação “Serra do Cabral” tem nove presos por crimes ambientais no Norte de Minas

Norte de Minas – Operação “Serra do Cabral” tem nove presos por crimes ambientais no Norte de Minas

Nove pessoas foram presas pela Polícia Militar suspeitas de crime ambiental na região Norte de Minas. As detenções aconteceram durante a Operação “Serra do Cabral”, realizada em 15 municípios.

Norte de Minas - Operação "Serra do Cabral" tem nove presos por crimes ambientais no Norte de Minas
Norte de Minas – Operação “Serra do Cabral” tem nove presos por crimes ambientais no Norte de Minas

 

Com o objetivo de combater ilícitos ambientais na região da Serra do Cabral e municípios de Francisco Dumont, Salinas, Rubelita, Rio Pardo de Minas, Vargem Grande do Rio Pardo, Indaiabira, São João do Paraíso, Padre Carvalho, Serranópolis, Mamonas, Espinosa, Porteirinha, Mato Verde, Janaúba e Bocaiuva, a operação teve como foco as atividades de silvicultura e extração ilegal de mineração.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

Ao todo, 08 (oito) Policiais Militares da 11ª Cia PM Ind MAT (Companhia de Polícia Militar Independente de Meio Ambiente e Trânsito), 09 (nove) Agentes Ambientais Federais do IBAMA, 03 (três) Militares do 55° Batalhão de Infantaria do Exército Brasileiro, sob coordenação do Ministério Público Estadual, fiscalizaram, utilizando oito Caminhonetes 4×4: 20 (vinte) lavras de extração de quartzo e diamantes, 03 (três) grandes represamentos em veredas, 05 (cinco) locais com silvicultura em Áreas de Preservação Permanente – APPs, 02 (duas) captações de água sem outorga, 08 (oito) áreas de cerrado desmatadas irregularmente, 01 (uma) área embargada e 03 (três) documentos de transporte florestal.

Além do Ten-Cel Gildásio Rômulo Gonçalves, Comandante da 11ª Cia PM Ind MAT, estiveram presentes o Promotor de Justiça (Coordenador das Promotorias de Justiça de Meio Ambiente das Bacias Hidrográficas dos Rios Verde e Pardo), Dr. Daniel Oliveira de Ornelas, o Chefe do Escritório Regional do Ibama, Rafael Macedo Chaves, o representante do 55º Batalhão de Infantaria do Exército Brasileiro, Capitão Ailon, e o Gerente do Parque Estadual da Serra do Cabral, Jarbas Jorge de Alcântara.

Resultados obtidos pela PM: 53 locais de exploração mineral fiscalizados; 27 boletins de ocorrência lavrados; 09 prisões pela prática de crimes ambientes; 24 autos de infrações lavrados; R$ 286.751,99 em multas aplicadas; 36 kg de quartzo apreendidos; 921,5 m³ de areia apreendidos; identificação de 4,2019 ha (hectares) desmatados; 08 armas de fogo apreendidas; 50 munições apreendidas; 02 caminhões apreendidos; 02 dragas apreendidas; e 05 veículos removidos, sendo 01 produto de roubo e os outros com chassi raspado de procedência duvidosa.

VIATOTAL

ViaTotal

///////////////////////////

A articulação entre as referidas instituições possibilitou a identificação e o reconhecimento do território, a melhoria do Sistema de Licenciamento Ambiental, a mobilização, sensibilização e conscientização da população para os impactos ambientais naquela região, e a proteção do Patrimônio Ambiental da Serra do Cabral.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Polícia Militar realiza Lançamento da Operação Natalina em Montes Claros

Montes Claros – Polícia Militar realiza Lançamento da Operação Natalina em Montes Claros

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 9 de dezembro de 2016.Polícia Militar realiza …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).