Inicio » Montes Claros » Montes Claros – CCZ alerta: prevenção e combate à dengue têm quer continuar‏

Montes Claros – CCZ alerta: prevenção e combate à dengue têm quer continuar‏

Montes Claros – CCZ alerta: prevenção e combate à dengue têm quer continuar‏

O Controle e combate ao mosquito aedes Aegypty, transmissor da dengue e outras enfermidades, continua intenso em Montes Claros.

Montes Claros - CCZ alerta: prevenção e combate à dengue têm quer continuar‏
Montes Claros – CCZ alerta: prevenção e combate à dengue têm quer continuar‏

 

O coordenador do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), Edvaldo Freitas, alerta: “os dados apontados pelo LIRA (Levantamento Rápido do Índice de Infestação) comprovam que no período de seca os casos de dengue diminuem mas, entretanto, é neste mesmo período que pedimos às pessoas para ficarem atentas e redobrar os cuidados, para que o mosquito não prolifere no período chuvoso”.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

CONHECENDO O ALGOZ

Para combater, é preciso conhecer o algoz. Pensando nisso, o CCZ desenvolve campanhas permanentes de prevenção e combate à doença, com esclarecimentos sobre o mosquito responsável pela transmissão. O ciclo de vida do Aedes tem início após a deposição de ovos por uma fêmea na parede de criadouro com água. Inicialmente de cor branca, os ovos tornam-se escuros a partir do contato com o oxigênio, e demoram até cerca de 450 dias para eclodir, de acordo com estudos. Nesta condição, podem ser transportados a grandes distâncias, dentro de recipientes secos. Quando eclodem, os ovos dão origem à larva, cuja fase dura de cinco a dez dias para em seguida originar a pupa, terceira fase do mosquito. Mais dez dias e o mosquito chega enfim, à fase adulta. A resistência dos ovos é o principal entrave para a erradicação da doença.

PARCERIA

 “Os órgãos públicos são os responsáveis pelo combate à doença, mas nada podemos se o cidadão não fizer a sua parte”, alerta Edvaldo. O CCZ aponta algumas medidas eficazes que devem ser adotadas pela população na luta contra a dengue: não deixar água parada em lajes, calhas e pneus; remover folhas e materiais que impeçam a circulação de água; utilizar areia nos recipientes que contém plantas; fazer uso do cloro no tratamento de água das piscinas ou remover a água e deixá-las sempre secas quando não utilizadas; trocar diariamente a água dos recipientes usados como bebedouros para animais; fazer o descarte correto do lixo e manter os recipientes sempre bem fechados; avisar ao órgão público sobre lotes vagos ou entulhos, que representam um perigo à toda vizinhança. Caso o cidadão queira mais esclarecimentos sobre a dengue e outras endemias, basta procurar o Centro de Controle de Zoonoses  e ficar atento às campanhas desenvolvidas.

SERVIÇO

Centro de Controle de Zoonoses

Av. Antônio Lafetá Rebello, 1371- Santa Lúcia II

Telefones: 3229-3369 / 3229-3360

Por Márcia Vieira

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Norte de Minas - Mirabela recebe encontro de carros antigos neste domingo

Norte de Minas – Mirabela recebe encontro de carros antigos neste domingo

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 10 de dezembro de 2016.Norte de Minas …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).