Inicio » Últimas » Norte de Minas – 12.500 propriedades rurais do Norte de Minas receberão energia elétrica

Norte de Minas – 12.500 propriedades rurais do Norte de Minas receberão energia elétrica

Norte de Minas – 12.500 propriedades rurais do Norte de Minas receberão energia elétrica

Cronograma para energização de 12.500 propriedades rurais será definido no próximo dia 27/07/2016

O secretário em exercício da Secretaria de Estado de Desenvolvimento e Integração do Norte e Nordeste de Minas Gerais – Sedinor, Gustavo Xavier, e o diretor-geral do Instituto de Desenvolvimento do Norte e Nordeste de Minas Gerais- Idene, Ricardo Campos, se reuniram na sede da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), em Belo Horizonte, com o diretor de distribuição, Ricardo Charbel, para discutir a energização de comunidades que ainda lidam com a falta de energia no Norte e Nordeste do Estado.

Norte de Minas - 12.500 propriedades rurais do Norte de Minas receberão energia elétrica
Norte de Minas – 12.500 propriedades rurais do Norte de Minas receberão energia elétrica

 

Um dos principais assuntos foi a ativação de luz em 12.500 propriedades rurais nas regiões Norte e Nordeste de Minas Gerais, e já no próximo dia 27 será definido o cronograma para o início das instalações. A autorização dessa ação foi dada, na última semana, pelo governador de Minas Gerais, Fernado Pimentel, e contempla pequenas propriedades de diversas localidades mineiras. 

PUBLICIDADE

///////////////////////////

A solicitação do sistema Sedinor/Idene é que a ação do Governo de Minas Gerais, que vai ligar energia de 50.000 famílias mineiras, comece pelo Norte e Nordeste, onde o problema é mais crítico. Um exemplo são as comunidades de Angical, Patos, Jardins, Cajueiro e Retiro dos Bois, que ficam a cerca de 180 quilômetros do município sede, Januária, e cerca de 80 km da cidade mais próxima, Chapada Gaúcha, e onde pelo menos 100 famílias sonham com a energia elétrica.

Para o diretor-geral do Idene, Ricardo Campos, essa é uma iniciativa que poderá mudar a vida da população que vive nos municípios mais carentes do Estado. “Em pleno século XXI temos famílias que não tem energia em casa. É algo que nos faz rever alguns conceitos e iniciar ações para levar melhoria de vida para essas pessoas. A parceria que estamos firmando com a Cemig, com o aval do Governador, nos ajudará a levar desenvolvimento para as localidades que tanto precisam”, afirmou.

Outro assunto discutido foi a energização de locais que já foram beneficiados por obras efetuadas pelo sistema Sedinor/Idene, seja por meio do Plano de Urgência e Enfrentamento da Seca, do Programa Água para Todos ou do Programa de Combate à Pobreza Rural – PCPR.

Gustavo Xavier relatou que a ação garante agilidade na energização de poços artesianos perfurados e que ainda não estão funcionando por falta de energia. “Tem comunidades em que os poços foram perfurados, mas por falta de energia ainda não estão funcionando. Essa ação, além de levar energia, garante água para centenas de comunidades”, disse.

Desde fevereiro, cerca de 1.500 poços artesianos estão recebendo energia elétrica. O trabalho é resultado de uma parceria entre a Sedinor e a Cemig. O objetivo desta parceria é diminuir a burocracia e garantir mais agilidade na instalação dos poços e nas obras de geração de renda na região.

Também participaram da reunião o deputado estadual Paulo Guedes e lideranças dos municípios de Chapada Gaúcha e Urucuia.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016. Temer sanciona …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).