Inicio » Montes Claros » Eleições 2016 » Eleições 2016 – Partido Social Democrático confirma pré-candidatura de Ruy Muniz

Eleições 2016 – Partido Social Democrático confirma pré-candidatura de Ruy Muniz

Eleições 2016 – Partido Social Democrático confirma pré-candidatura de Ruy Muniz 

No momento em que os partidos se preparam para realizar suas convenções e indicar seus candidatos às eleições municipais, em Montes Claros, enquanto todos fazem segredo de suas alianças e marcam a convenção exatamente para o fim do prazo, 05 de agosto, para evitar que o acordado seja desfeito, o Partido Socialista Brasileiro (PSB) confirma  que Ruy Muniz é  o nome escolhido pelo partido, já contando inclusive com uma forte base de apoio.

Eleições 2016 - Partido Social Democrático confirma pré-candidatura de Ruy Muniz
Eleições 2016 – Partido Social Democrático confirma pré-candidatura de Ruy Muniz

 

De acordo com a presidente do PSB em Montes Claros, Marilda Marlei Barbosa, embora ainda não tenha sido julgado o processo de Ruy Muniz, isso não se configura como impedimento para ele se candidatar a prefeito e diz que ele é o pré-candidato do partido.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

O nome do PSB continua sendo Ruy Muniz e já temos alguns partidos compondo conosco a base de apoio, e a tendência é ampliar – garante a advogada.

A coligação de apoio a Ruy Muniz já conta com o Partido Trabalhista Cristão (PTC), Partido Social Democrático (PSD), Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), Partido da Pátria Livre (PPL), além do próprio Partido Socialista Brasileiro (PSB).

A partir da próxima quarta-feira (20), até o dia 05 de agosto, os partidos políticos estarão aptos a realizar suas convenções e indicar os candidatos que concorrerão no pleito de 02 de outubro aos cargos de vereador, vice-prefeito e prefeito, segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O Partido Socialista Brasileiro (PSB) já anunciou, no encontro regional ocorrido em Montes Claros, ainda no primeiro semestre, a intenção de lançar o prefeito licenciado de Montes Claros, Ruy Muniz, como candidato do partido à reeleição. O lançamento fará parte de um projeto iniciado ainda em 2012, e que levou Muniz ao cargo de prefeito de Montes Claros depois de vencer o Partido dos Trabalhadores (PT), no segundo turno.

De acordo com a presidente da PSB em Montes Claros, Marilda Marlei Barbosa, embora ainda não tenha sido julgado o processo de Ruy, isso não ser configura como impedimento para ele se candidatar.

– O nome do PSB continua sendo Ruy Muniz e já temos alguns partidos compondo conosco a base de apoio, e a tendência é ampliar – garante a advogada.

A princípio, a coligação que está sustentando a pré-candidatura de Ruy é composta pelo Partido Trabalhista Cristão (PTC), Partido Social Democrático (PSD), Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), Partido da Pátria Livre (PPL), além do próprio Partido Socialista Brasileiro (PSB).

O Partido Trabalhista Cristão (PTC) realizou seu encontro regional no último sábado (09) e confirmou, através do seu presidente, o deputado estadual Anselmo José Gomes Domingos, a proposta do partido de lançar candidatos a vereador em todo o Norte de Minas Gerais.

O PTC está se organizando exatamente para atingir a meta de fazer, nas eleições deste ano, vereadores nas cidades do Norte de Minas. Além disso, acreditamos que, para Montes Claros, as chances são muito boas, sobretudo porque confiamos que a Justiça responderá positivamente ao processo do prefeito afastado de Montes Claros, Ruy Muniz (PSB), e que ele será o nosso candidato, quando a justiça e a legislação eleitoral permitirem – afirmou.

O PSB, através de sua presidente, Marilda Marlei Oliveira e Silva, acredita que pode ampliar o quadro de vereadores, que, hoje, conta com os nomes de Fábio Neves e Irmão Waldiney, ambos, inclusive, pré-candidatos a vereador.

O artigo 4º, da Resolução do TSE nº 23.455/2015 prevê que nas eleições municipais é possível que partidos políticos formem diferentes coligações para disputar o pleito majoritário (prefeito e vice-prefeito) e proporcional (vereadores) ou uma única coligação que englobe as duas disputas. Não é permitida a formação de coligação para a eleição de vereador entre partidos que adversários na eleição de prefeito e vice-prefeito.

O partido que não disputar a eleição para prefeito e vice-prefeito isoladamente ou formando coligação partidária poderá coligar-se na proporcional com qualquer outro partido, mesmo que este último já integre coligação ou possua candidato próprio, já que a legislação veda a coligação com partido que seja adversário na majoritária.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

VLI abre vagas para programa Jovem Aprendiz em Montes Claros

VLI abre vagas para programa Jovem Aprendiz em Montes Claros

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 8 de dezembro de 2016.VLI abre vagas …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).