Inicio » Colunistas » Aldeci Xavier » Coluna do Aldeci Xavier – Preto no Branco

Coluna do Aldeci Xavier – Preto no Branco

Coluna do Aldeci Xavier – Preto no Branco

DNOCS
Quando tudo parecia que estava resolvido para a nomeação do novo diretor do Dnocs em Minas Gerais, o assunto volta à estaca zero. Num primeiro momento a coluna havia recebido notícia de fonte de Brasília-DF dando conta de que a indicação seria de responsabilidade do PP, que já havia apresentado nome de liderança política de Montes Claros, que inclusive já ocupou cadeira na Câmara Municipal. Nesta semana, a mesma fonte da capital federal, informa de que o assunto voltou à estaca zero e que nem mesmo o partido que responderá pela indicação foi resolvido.

LEILÃO DE ENERGIA
A coluna traz com exclusividade a informação de que nesta sexta-feira (22), a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) estará publicando a quantidade de lotes para implantação de Energia fotovoltaica no país, em leilão que acontecerá em dezembro deste ano. A informação foi passada pelo presidente da Comissão de Minas e Energia da Assembleia Legislativa, deputado Gil Pereira, que na tarde de segunda-feira esteve reunido com o Ministro das Minas e Energia, Fernando Bezerra Filho. O parlamentar afirmou ter recebido do ministro a informação de que, em 2017, mais dois leilões serão realizados. Gil Pereira, que esteve visitando os países mais avançados na área de energia solar, afirmou que existem várias empresas interessadas em implantar plataformas em cidades do Norte de Minas.

CANDIDATURAS REDUZIDAS
Este ano a situação não será nada tranquila para os pretendentes na disputa por cadeiras nas câmaras municipais. Mudanças pontuais na Lei Eleitoral vão dificultar e muito a situação, principalmente de quem está fora do poder. A primeira dificuldade é a redução no número de candidatos. Até então a matemática era o número de cadeiras no parlamento, mais 100%, e agora o acréscimo é de apenas 50%. Se não bastasse, aquela estrutura que a maioria dos candidatos buscava junto às empresas e às candidaturas majoritárias não terá mais. Desta forma, quem não tiver estrutura física e financeira é melhor desistir antes do que passar por dificuldades acreditando que receberão veículos, gasolina, ou material de campanha do candidato a prefeito de sua coligação. É preferível amarelar agora que envermelhar depois.

QUANTO EU VOU GASTAR
Muitos dos pré-candidatos a vereador em Montes Claros querendo saber deste jornalista quanto necessitaria de material e de recursos para conseguir começar e fazer a campanha chegar até o final. A este respeito eu diria que cada caso é um caso, e desta forma não temos como cravar número. Entretanto, de uma forma geral, para conduzir uma campanha modesta até o final os custos deverão ficar em torno de R$ 15 mil e o número dos chamados ‘santinhos’ deverá ser em torno de 400 mil, o seja, em torno de dois por eleitor.

AABB
A Associação Atlética Banco do Brasil prepara programação extensa para comemorar o seu Jubileu de Ouro (50 anos). Segundo informação do presidente da AABB de Montes Claros, Mauro Almeida, a programação começa na próxima quarta-feira (27), com solenidade de homenagens. No sábado (30), acontece partida de futebol pela manhã, e a partir das 13h, show ao vivo com as bandas ‘Virei a Mesa’ e ‘Lá Maior’. A programação encerra no domingo com corrida ciclística (8h), final do campeonato de futebol soçaite, torneios de vôlei de praia, peteca e tênis de quadra (9h) e, finalmente, show com Jean Karlo e Stradeiro e Banda Esquenta (11h).

VICE-PREFEITO
Estamos assistindo muita gente por aí fazendo exercício de futurologia, indicando que será o vice deste ou daquele candidato a prefeito em Montes Claros. Estão citando nomes e a chapa inclusive de pessoa pertencente a partido que ainda sequer definiu se lança candidato ou se apoia um dos nomes colocados. É bom que fique claro que não existe candidato a vice, já que é cargo de composição. A escolha depende de diversos fatores. A escolha do vice depende do interesse do partido, do candidato cabeça de chapa e do perfil do nome que se apresenta. Aliás, estamos assistindo pessoas conhecidas no restrito mudo politico e empresarial, achando que é o cara no processo. Na verdade, trata-se de ilustre desconhecido do mundo eleitoral (do eleitor).

BOCAIUVA
Ainda dando sequência à novela em torno das eleições na vizinha cidade de Bocaiuva, uma análise de momento mostra que está praticamente definida a chapa na majoritária com o professor Robertão (PSD) e o advogado Salomão (PSB). Situação crítica é mesmo do grupo do prefeito Ricardo Veloso, que apesar de ser o detentor do poder no município, até agora não conseguiu emplacar o nome do ex-secretário de saúde, o assistente social Eron Santos. Pelo desenho político, dificilmente conseguirá montar time capaz de sair com tranquilidade. Se as eleições fossem hoje, a disputa seria entre o grupo de Robertão e da assistente social Marisa de Souza Alves (PMDB). Aliás, amanhã falaremos sobre a candidatura de Marisa.

Por Aldeci Xavier

Aldeci Xavier
Aldeci Xavier

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

MG - Jovem inventa que mãe está passando mal para estuprar vizinha

MG – Jovem inventa que mãe está passando mal para estuprar vizinha

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 5 de dezembro de 2016.MG – Jovem …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).