Inicio » Montes Claros » Montes Claros – Mapoteca de Montes Claros preserva parte importante da história da cidade

Montes Claros – Mapoteca de Montes Claros preserva parte importante da história da cidade

Montes Claros – Mapoteca de Montes Claros preserva parte importante da história da cidade

A Prefeitura de Montes Claros possui, em seu terceiro andar, um verdadeiro tesouro histórico: a Mapoteca, local onde estão arquivados mais de 50 anos de mapas da cidade, contendo informações sobre os mais de 200 bairros, vilas, chácaras e loteamentos criados no município até o ano de 2002, quando o registro dos projetos passou a ser feito em formato digital.

Montes Claros - Mapoteca de Montes Claros preserva parte importante da história da cidade

Willian José da Silva é o servidor responsável por administrar a Mapoteca, desde o ano de 1986. Hoje, ele é chamado por colegas de “arquivo humano da Prefeitura”, pela sua capacidade de localizar mapas e se lembrar de detalhes das diversas regiões do município. “Cada bairro tem uma história”, conta Willian.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

O servidor afirma que sua maior satisfação no trabalho é atender as pessoas que procuram a Mapoteca em busca de informações. “Tenho prazer em atender o público, em atender bem as pessoas. Tenho consciência de que quem paga meu salário é o contribuinte”, afirma.

Em todos os seus anos à frente da Mapoteca, Willian coleciona diversas histórias, entre alegres e tristes. Histórias como a de uma mulher que veio à Mapoteca procurando localizar 18 lotes pertencentes a ela e dos quais não tinha notícias há mais de 15 anos. Os lotes, segundo Willian, foram encontrados em menos de 4 minutos, o que deixou a proprietária muito agradecida. Em situações assim, o servidor afirma não caber em si de tanta satisfação. “Me sinto útil”, resume.

VIATOTAL

ViaTotal

///////////////////////////

Um outro caso, este triste, envolveu um casal que procurou a Mapoteca após ter adquirido um lote por R$ 60 mil. Foi quando descobriram que o lote em questão não existia para a Prefeitura, tratando-se de uma rua. “Vocês podiam ter vindo antes. Não queria ver vocês chorando”, foi o que o casal ouviu da boca de Willian, após descobrirem que haviam sido ludibriados. É por esse tipo de situação que o servidor recomenda a todos que desejam adquirir um terreno que procurem sempre a Prefeitura em primeiro lugar. “Quem vem aqui sai com uma informação correta”, destaca.


------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

MG - Mortes por afogamento crescem 14% em Minas Gerais

MG – Mortes por afogamento crescem 14% em Minas Gerais

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 8 de dezembro de 2016.MG – Mortes …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).