Inicio » Educação » Cursos » Inscrições abertas para o XIX Congresso Brasileiro de Ouvidores/Ombudsman da ABO

Inscrições abertas para o XIX Congresso Brasileiro de Ouvidores/Ombudsman da ABO


Reviewed by:
Rating:
5
On 26 de julho de 2016
Last modified:26 de julho de 2016

Summary:

Inscrições abertas para o XIX Congresso Brasileiro de Ouvidores/Ombudsman da ABO

Inscrições abertas para o XIX Congresso Brasileiro de Ouvidores/Ombudsman da ABO

O Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCEMG) irá sediar, a partir do dia nove de agosto de 2016, o XIX Congresso Brasileiro de Ouvidores/Ombudsman.

Inscrições abertas para o XIX Congresso Brasileiro de Ouvidores/Ombudsman da ABO
Inscrições abertas para o XIX Congresso Brasileiro de Ouvidores/Ombudsman da ABO

 

O congresso, que será aberto oficialmente dia oito de agosto, no buffet Catharina, irá discutir a Ação dos ouvidores em  defesa dos direitos. O evento é uma realização da Associação Brasileira de Ouvidores/Ombudsman (ABO) e o auditório Vivaldi Moreira do TCEMG será o palco das palestras técnicas da programação.

VIATOTAL

ViaTotal

///////////////////////////

A abertura dos trabalhos técnicos será realizada, às 09h. O primeiro painel, A ação da ouvidoria no processo de integridades das instituições / Ações de compilance e o combate à corrupção será mediado pela procuradora de justiça, Ruth Lies Scholte Carvalho. Irão participar deste debate o ouvidor da Petrobrás, Mário Spinelli, e o vice-presidente do Tribunal de Contas de Minas Gerais, Cláudio Terrão.

O conselheiro ouvidor do TCEMG, José Alves Viana, irá mediar o segundo painel de debates da manhã sobre as soluções alternativas de conflitos nas empresas e na administração pública. Participarão como debatedores o ouvidor do Banco Itaú Unibanco, Rogério Taltassori, e a coordenadora do Centro de Mediação da Prefeitura de São Paulo, Maria Lumena Sampaio.

Estão programadas para ocorrer na tarde do dia 09, quatro oficinas com os temas: Ouvidorias Gerais e Públicas; Ouvidoria de concessionárias de serviços regulados; Ouvidorias Judiciais de empresas privadas e organizacionais.

No dia 10 agosto, o primeiro painel de debates, mediado pelo professor Gustavo Nassif irá discutir o custo do mau atendimento para as empresas e governos. O secretário nacional de defesa do consumidor, Armando Rovai, e o advogado consumerista e conselheiro da ABO, Fábio Soares, irão discutir o tema. No segundo painel do dia, o ouvidor da Prefeitura do Município de Belo Horizonte, Saulo Amaral, conduzirá o debate sobre o consumidor/usuário e o processo de governança das instituições. O ouvidor do Sebrae, Cláudio Puglisi, e o ouvidor-geral do Estado de Minas Gerais, Fábio Caldeira, irão debater o tema.

No dia 10 agosto, a primeira mesa de debates, mediada pelo diretor de Cursos e Eventos da ABO-MG, Márcio José Scarpone Pinto, irá discutir o “custo do mau atendimento para as empresas e governos”. O secretário nacional de defesa do consumidor, Armando Rovai, e o advogado consumerista e conselheiro da ABO, Fábio Soares, irão discutir o tema. Na segunda mesa do dia, ouvidor da Prefeitura de Belo Horizonte, Saulo Amaral, conduzirá o debate sobre “o consumidor/usuário e o processo de governança das instituições”. O ouvidor do Sebare, Cláudio Puglisi, e o ouvidor-geral do Estado de Minas Gerais, Fábio Caldeira irão debater o tema.

Clique para mais informações

logoTipoEntidade

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).