Inicio » Nacional » Médico debocha de paciente que fala errado: ‘não existe peleumonia’

Médico debocha de paciente que fala errado: ‘não existe peleumonia’

Médico debocha de paciente que fala errado: ‘não existe peleumonia’

O mecânico José Mauro de Oliveira Lima, 42, que estudou até o segundo ano do ensino fundamental e não sabe como falar corretamente algumas palavras, foi vítima de um deboche de um médico que o atendeu na última quarta-feira (27), em um hospital em Serra Negra, no interior de São Paulo. 

Profissional teve uma foto sua publicada nas redes sociais criticando um mecânico que estudou até o ensino fundamental; em resposta, Ministério Público de Minas Gerais criou campanha pedindo por mais respeitoProfissional teve uma foto sua publicada nas redes sociais criticando um mecânico que estudou até o ensino fundamental; em resposta, Ministério Público de Minas Gerais criou campanha pedindo por mais respeito
Profissional teve uma foto sua publicada nas redes sociais criticando um mecânico que estudou até o ensino fundamental; em resposta, Ministério Público de Minas Gerais criou campanha pedindo por mais respeito

 

De acordo com o portal G1, o médico plantonista Guilherme Capel Pasqua teve uma foto sua publicada nas redes sociais segurando um receituário com o seguinte dizer criticando o mecânico: “Não existe peleumonia e nem raôxis”.

VIATOTAL

ViaTotal

///////////////////////////

O enteado do mecânico contou ao G1 que quando Lima falou pneumonia e raios X de forma errada, o médico deu risada. “A reação do médico não foi muito profissional”, observou Claudemir Thomaz Maciel da Silva, 25.

O assunto “viralizou” na internet e causou indignação em diversas pessoas. Conforme a reportagem do G1, o médico disse que não teve intenção de ofender e pediu desculpas aos que falam “peleumonia” ou “raôxis”.

O Conselho Regional de Medicina de São Paulo (Cremesp) informou que vai instaurar uma sindicância para avaliar a conduta do médico.

Em solidariedade ao mecânico, o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) aproveitou a repercussão do tema para lançar a campanha na internet #PorUmMundoComMaisRespeito.

“Peleumonia? Que tal tratarmos isso com mais educação?”, questiona uma mensagem do MPMG.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).