Inicio » Montes Claros » Montes Claros – Funcionários protestam em defesa do Hospital Aroldo Tourinho

Montes Claros – Funcionários protestam em defesa do Hospital Aroldo Tourinho

Montes Claros – Funcionários protestam em defesa do Hospital Aroldo Tourinho

No início da noite desta segunda-feira (01/08/2016), servidores do hospital Aroldo Tourinho realizaram uma manifestação em frente ao pronto socorro, segundo eles, lutando por melhorias para o hospital. Centenas de funcionários participaram do ato, dando um abraço no prédio, simbolizando a união dos funcionários, amigos e usuários pelo hospital.

Montes Claros - Funcionários protestam em defesa do Hospital Aroldo Tourinho
Montes Claros – Funcionários protestam em defesa do Hospital Aroldo Tourinho

 

– Como funcionário da instituição há 18 anos, tenho observado que de 8 anos para cá o hospital a situação do hospital vem se complicando, especialmente para os funcionários, com atraso de pagamento dos salários, vale refeição, vale-feira, atrasados há quase um ano. O que queremos com essa manifestação é ter uma resposta para nossas reivindicações. Somos todos pais de família, gente que necessita. Queremos também que seja feita uma fiscalização da gestão do hospital, porque a gente vem observando muitas falhas. Nossa manifestação é isso, estamos tentando ter uma resposta, seja da diretoria, ou do poder público, que deve fiscalizar, deve ficar preocupado com esses pais de família que estão aqui – justifica Ivani Gomes Soares, técnico de enfermagem.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

Durante a manifestação, os funcionários assinaram em um abaixo-assinado pedindo o afastamento do Provedor e sua diretoria.

– Já temos um abaixo-assinado com mais de quinhentas assinaturas. A provedoria e sua diretoria já não nos representa e estamos pedindo para que venha outro provedor, outra diretoria, que venha fazer um trabalho a partir das cinzas, para ter um novo respaldo de Montes Claros e do Norte de Minas, porque a região precisa do hospital – explica Marcos Antônio Pereira, que trabalha no setor de coleta de resíduos.

O técnico em enfermagem Felipe Antônio diz que o principal motivo da manifestação, além dos atrasos no pagamento dos salários, a falta de transparência da provedoria e direção do hospital.

– É só a gente falar em manifestação que o dinheiro aparece. Anunciamos semana passada que faríamos a manifestação hoje, e já tem um comunicado avisando do pagamento vai estar na conta amanhã. Que gestão é essa, que precisa brigar para receber? Queremos mais transparência e fiscalização na aplicação da do hospital – questiona.

A manifestação terminou com todos os participantes acendendo uma vela, em oração.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

– Por mais que a situação esteja difícil, sempre haverá uma luz – disse Felipe Antônio, destacando a importância da adesão da comunidade no movimento dos funcionários em defesa do hospital.

A assessoria de imprensa do hospital divulgou um comunicado dizendo que o difícil cenário pelo qual passa o país, somado aos desafios conhecidos e históricos da própria instituição, tem afetado sobremaneira a prestação de serviços do hospital nos últimos meses, no entanto, apesar de todos estes desafios, a comunidade do hospital não tem medido esforços para, de forma profissional e esponsável, encontrar caminhos que garantirão sua sobrevivência sustentável.

ENTENDA O CASO

Há alguns dias, a reportagem  vem acompanhando o desdobramento das ações motivadas pela situação crítica em que se encontra o Hospital Aroldo Tourinho, uma das principais portas de entrada do Sistema Único de Saúde (SUS) de Montes Claros para a assistência na Média e Alta Complexidade.

No início da semana passada, o corpo clínico do Hospital Aroldo Tourinho fez uma avaliação da crise que atravessa o hospital, com o atraso no pagamento dos salários e demais obrigações trabalhistas, além da falta de recursos para manter o funcionamento da unidade. Durante a reunião também foi discutido o bloqueio das contas bancárias do hospital, o fechamento da Maternidade e da Ortopedia, além do comprometimento do atendimento na Cardiologia, por falta de medicamentos. Os participantes da reunião também reclamaram da gestão verticalizada do hospital, que não mantém o diálogo com o corpo clínico e demais funcionários.

Após o debate, o grupo chegou à conclusão de que os problemas ora vivenciados pelo hospital são decorrentes, entre outros fatores, da falta de transparência e má gestão da atual diretoria e decidiu fazer um abaixo-assinado, com assinatura de todos os funcionários do hospital, recomendado ao Conselho Curador o imediato afastamento do provedor Paulo César Gonçalves de Almeida e sua equipe diretora, e a realização de uma auditoria nas contas do hospital.

Por Jerúsia Arruda e Nayrlan Clayton Barbosa

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Dr. Newton Figueiredo, vice-presidente da ACI, defendeu o resgate do futebol local a partir da campanha

Montes Claros – Ação entre amigos da ACI e CDL em prol do Ateneu

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 7 de dezembro de 2016.Montes Claros – …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).



2 comentários

  1. Dou meu apoio a todos os funcionários.

  2. María Rosália Simões

    Hospital que presta grandes serviços ao povo. Merece mais respeito daqueles que o comandam. Seus servidores realizam seu trabalho com abnegação.