Inicio » Colunistas » Hesiodo José » Coluna do Hesiodo José – Fragmentos Diários (aumento e também invento)

Coluna do Hesiodo José – Fragmentos Diários (aumento e também invento)

Coluna do Hesiodo José – Fragmentos Diários (aumento e também invento)

Jornal de grande circulação nos Estados Unidos estampa o rosto do Pastor da igreja “Jesus and the friends Love”, Jason Lee Ball conhecido no Brasil com ênfase na cidade de Montes Claros, como Julinho Corretor, estelionatário com algumas passagens pela policia que  foi para os Estados Unidos a convite de um missionário travesti  de nome Carleane Raquelina,  segundo a policia era sua amante, Julinho está a 04 anos sem dar noticias nem pagar pensão alimentícia aos seus filhos que moram na Vila São Francisco de Assis.  Ele com seu poder de persuasão onvenceu seus seguidores a  a comer grama após explicar em um sermão que Jesus tinha muitos outros discípulos, diferentes dos 12 listados na Bíblia tradicional.E que estavam fazendo coisas novas, que foram consideradas não convencionais na época também; e ao fazer os levará para mais próximos de Deus. Ignorando muitas repercussões da mídia internacional, ele novamente instruiu seus seguidores a beber gasolina, afirmando que se acostumassem como gosto do combustível que preverá o fim do ciclo das águas.

Já  um pastor de Bocaiuva estabelecido em São Paulo conhecido por Reginaldo Collassanta foi responsável não apenas por algumas sobrancelhas erguidas, mas por bandeiras vermelhas também, com sua sugestão não ortodoxa de ter suas congregantes do sexo feminino sem seus sutiãs e calcinhas.Isso para que Cristo pudesse entrar livremente em seus corpos com Seu espírito. As esposas de Delcio do guaraná, Mercio do côco e Patricinho  de Maria Benta não freqüentam mais a igreja, de volta a bocaiúva elas contaram que além das proibições bizarras no culto tem a hora do calor onde todas mulheres se sentam com as pernas arreganhadas e o pastor passa abanando para tirar o fogo do diabo.

Riso da hora
Três amigos foram acampar. A barraca era muito pequena, por isso eles tinham que dormir bem juntos, no mesmo colchao e com o mesmo cobertor. Acontece que um dos três tinha um insuportável e já famoso mau hálito, um bafo do tipo ‘mata-urubu’. Ante aquela inevitável proximidade física, um dos outros dois fez a seguinte proposta: – Bafinho, vamos combinar assim: quando você precisar falar alguma coisa, você bate palmas que a gente se esconde debaixo do cobertor pra proteger as narinas. Bafinho balançou a cabeça concordando. Quando já estavam os três devidamente cobertos e preparados para dormir, Bafinho bate palmas. Os dois amigos, mais que depressa, enfiam suas cabeças baixo do cobertor e, de lá do fundo, gritam: – Pode falar, Bafinho! O Bafinho responde: – Peidei…

Fica assim, amanhã tem mais…

Por Hesiodo José

Hesiodo José
Hesiodo José

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

VLI abre vagas para programa Jovem Aprendiz em Montes Claros

VLI abre vagas para programa Jovem Aprendiz em Montes Claros

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 8 de dezembro de 2016.VLI abre vagas …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).