Inicio » Colunistas » Hesiodo José » Coluna do Hesiodo José – Fragmentos Diários (aumento e também invento)

Coluna do Hesiodo José – Fragmentos Diários (aumento e também invento)

Coluna do Hesiodo José – Fragmentos Diários (aumento e também invento)

Jornal de Jequitaí  profetiza

Se Dilma sofrer Impeachment, palhaço tiririca é o quinto na linha de sucessão, ja que os da frente estão todos sofrendo processo.

Para que tal feito aconteça as investigações derivadas do processo de impeachment precisam comprovar que o dinheiro das propinas da Petrobras alimentaram o caixa de campanha da chapa Dilma Rousseff e Michel Temer O artigo 80 da Constituição Federal determina que, “em caso de impedimento do Presidente e do Vice-Presidente, ou vacância dos respectivos cargos, serão sucessivamente chamados ao exercício da Presidência o Presidente da Câmara dos Deputados, o do Senado Federal e o do Supremo Tribunal Federal.”Neste caso não é apenas a Dilma que sofreria o impeachment, e sim, ela e seu vice. Desta maneira quem assumiria o poder seria o presidente do Senado, Renan Calheiros. No entanto o mesmo é alvo de investigação na operação Lava Jato, e isso o tornaria inapto para assumir o cargo. O próximo na linha sucessória seria Eduardo Cunha, que pelo mesmo motivo não poderia assumir a presidência. Na sequência assumiria o deputado federal mais votado, que no caso é Celso Russomano, porém ele foi condenado por peculato em 28/11/2015, o que também o tornaria inapto para assumir a presidência. O segundo deputado federal mais votado do Brasil é o senhor Francisco Everardo Oliveira da Silva, que com mais de 1,5 milhão de votos pode se tornar o primeiro palhaço presidente na história do ocidente. O repórter Julio Calcinha do Jequitaí News conversou com uma tia de Tiririca que mora em Pai Pedro cidade a 50 km de Janaúba, Maria Everarda Dadolosa Silva, que diz não saber nada disso, “Ieu num si di nada não meu fi, deixa ieu e minha famia impaz!” concluiu a senhora de 76 anos que é vendedora de doce de abóbora.

Buscando maneiras de burlar a lei em Montes Claros

Pois é, o caso foi descoberto recentemente. As autoridades de saúde do estado Minas Gerais  estão preocupados com a forma como jovens de Montes Claros cidade do Norte de Minas a 411 km de Belo Horizonte  têm ingerido álcool sem que possam ser pegos no bafômetro. Para fugir da fiscalização, eles têm “bebido” por via anal ou vaginal. Soraya Siamesa, chefe do departamento de dependentes da Secretaria de Saúde local afirmou: “Não temos dados oficiais reportados, mas é uma certeza que essa prática [ingestão de bebida pelas vias anal e vaginal] vem acontecendo entre os jovens da região” Os médicos locais consideram que a prática é de altíssimo risco. Os locais por onde as bebidas são ingeridas proporcionam fácil absorção e, por isso, têm efeito similar ao da ingestão por via oral. A prática, porém, pode levar a infecções nos locais por conta do álcool das bebidas. Com isso, infecções generalizadas não são raras nos adeptos destas práticas. Muito risco está envolvido nessa prática. Ainda de acordo com as informações da imprensalocal, os jovens utilizam objetos de higiene íntima feminina para ingerir a bebida dessa forma estranha.

Riso da Hora

E no supermercado: – Olha, filho! Uma latinha com o seu nome!
– Eu te odeio, pai! – Não diga isso, Mucilon.
 

Fica assim, amanhã tem mais…

Por Hesiodo José

Hesiodo José
Hesiodo José

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

VLI abre vagas para programa Jovem Aprendiz em Montes Claros

VLI abre vagas para programa Jovem Aprendiz em Montes Claros

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 8 de dezembro de 2016.VLI abre vagas …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).