Inicio » Norte de Minas » Norte de Minas – Estuprador de Buenópolis é indiciado e pode pegar mais de 40 anos de prisão

Norte de Minas – Estuprador de Buenópolis é indiciado e pode pegar mais de 40 anos de prisão

Norte de Minas – Estuprador de Buenópolis é indiciado e pode pegar mais de 40 anos de prisão

O suspeito de estuprar, matar e arrancar o coração da menina Raiane Aparecida Cândida Costa, de 10 anos, em Buenópolis,  Jairo Lopes, de 42, foi indiciado pela Polícia Civil. 

Jairo Lopes confessou mais dois homicídios, um outro estupro e roubo
Jairo Lopes confessou mais dois homicídios, um outro estupro e roubo

 

Lopes, que já está preso, irá responder por homicídio, estupro de vulnerável, ocultação e vilipêndio de cadáver. A Justiça acatou o pedido da Polícia Civil e converteu a prisão temporária e preventiva.

VIATOTAL

ViaTotal

///////////////////////////

Pelo crime de homicídio, o suspeito pode pegar de 6 a 20 anos, por estupro, o tempo de reclusão varia entre 8 a 15 anos, por ocultação de cadáver, o tempo é de 1 a 3 anos de prisão, e por Vilipêndio (quando há desrespeito) a cadáver, ele pode ser condenado de 1 a 3 anos de reclusão. Caso ele receba pena máxima por todos os crimes, ele pode ser condenado a cumprir mais de 41 anos de reclusão.

O delegado Vítor Beduschi e a delegada Margareth Roch, da Polícia Civil, passarão mais informações sobre o inquérito em coletiva de imprensa que será realizada na tarde desta sexta-feira (26/08/2016).

Relembre o caso

Raiane sumiu após sair de casa sozinha para ir à escola na manhã do dia 1º de junho. O pai da menina contou à polícia que a filha tinha que voltar para casa às 14h. Como a criança não apareceu, ele foi até a escola, onde foi informado que a vítima não havia aparecido na instituição. Em seguida, o homem foi atrás do motorista do escolar que levava a pequena para estudar.

Ele contou que passou no ponto em que costumava pegar a estudante, mas ela não estava. Após o registro da ocorrência, policiais civis e militares começaram a fazer buscas na cidade.

Após dois dias de seu desaparecimento, Raiane foi encontrada na zona rural de Buenópolis. Seu corpo estava coberto. Além de sinais de abuso sexual, ela apresentava várias lesões e uma perfuração no estômago.

O bandido usava nome falso e, uma semana antes do crime, apareceu no imóvel em que a garota morava.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

Prisão

Lopes foi preso oito dias após o desaparecimento de Raiane. Moradores teriam o encontrado e o detido, até a chegada da polícia, que precisou conter os populares para evitar linchamento.

Ele estava sendo procurado na zona rural de Bocaiúva, no Norte de Minas Gerais, desde o dia em que o corpo da criança foi localizado. Isso porque o criminoso foi reconhecido por moradores da região ao chegar em uma casa pedindo água, comida e fósforo, no povoado de Engenheiro de Dolabela.
As informações são do Portal O Tempo

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

VLI abre vagas para programa Jovem Aprendiz em Montes Claros

VLI abre vagas para programa Jovem Aprendiz em Montes Claros

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 8 de dezembro de 2016.VLI abre vagas …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).