Inicio » Norte de Minas » Norte de Minas – PF realiza ação para desarticular organização criminosa que atuava no desvio de recursos públicos em Pirapora

Norte de Minas – PF realiza ação para desarticular organização criminosa que atuava no desvio de recursos públicos em Pirapora

Norte de Minas – PF realiza ação para desarticular organização criminosa que atuava no desvio de recursos públicos em Pirapora

A Polícia Federal deflagrou na manhã de hoje, 31 de agosto, a OPERAÇÃO OS DONOS DO PODER, com o objetivo de desarticular organização criminosa que desviava recursos públicos no município de Pirapora, no Norte de Minas.

Norte de Minas - PF realiza ação para desarticular organização criminosa que atuava no desvio de recursos públicos em Pirapora
Norte de Minas – PF realiza ação para desarticular organização criminosa que atuava no desvio de recursos públicos em Pirapora

VIATOTAL

ViaTotal

///////////////////////////

A operação consiste no cumprimento simultâneo de 13 mandados judiciais, sendo 04 mandados de Busca e Apreensão, 08 mandados de Condução Coercitiva e 01 mandado de Prisão Temporária.

A quadrilha, formado por empresário, servidores públicos e políticos, atuava na Administração do município de Pirapora direcionado contratações de eventos patrocinados pelo Ministério do Turismo a empresa integrante da organização criminosa.

Tal empresa superfaturava valores de shows artísticos, os quais eram empenhados e pagos pelo município à empresa que, irregularmente, apresentava exclusividade sobre a contratação dos músicos.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

Assim, por exemplo, para grupos musicais que receberam R$ 5.000,00 pela apresentação, além de despesas com alimentação e hospedagem, o município de Pirapora chegou a pagar a exorbitante quantia de R$ 65.000,00 para a empresa que intermediava a contratação. Os valores excedentes eram desviados pelo grupo criminoso.

As fraudes ocorreram durante a gestão municipal anterior, nos mesmos moldes da fraude e do desvio apurados no evento “Centenário de Pirapora”, em 2012, processo no qual já há condenação criminal em segunda instância para o ex-prefeito municipal.


Os investigados responderão, na medida de suas participações, por crimes contra a administração pública, fraude a licitação e formação de quadrilha.

Se condenados, as penas máximas aplicadas aos crimes ultrapassam 20 anos.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

VLI abre vagas para programa Jovem Aprendiz em Montes Claros

VLI abre vagas para programa Jovem Aprendiz em Montes Claros

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 8 de dezembro de 2016.VLI abre vagas …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).