Inicio » Colunistas » Hesiodo José » Coluna do Hesiodo José – Fragmentos Diários (aumento e também invento)

Coluna do Hesiodo José – Fragmentos Diários (aumento e também invento)

Coluna do Hesiodo José – Fragmentos Diários (aumento e também invento)

Entrevistas Candidatos a Vereador

Seguindo o protocolo a Coluna como sempre em épocas de eleições,  convida candidatos ao emprego de Vereador  para denunciar suas vontades de mudar de vida e dizer ao povo se vai fazer alguma coisa além de puxar o saco do prefeito e conseguir empregar toda a família. De acordo com o Drecreto da Lei TIbilisca  de 0058/1993 de autoria não lembrada pelos advogados da Coluna, o candidato pode dizer o que ele quiser,  menos que é  torcedor  do Clube Atlético Mineiro ou  Corinthians que não aceitaram patrocinar o Jornal. Para começarmos nossos trabalhos pedimos a benção de Deus e da dona Mariinha de Tabocal que mandou uma banda de requeijão e uma cuia de farinha para a redação, a ajuda é atendendo nosso pedido que angaria fundos para o Assessor Especial Senhor Claudio Boca de Véia viajar para cobrir  a despedida da ex-chacrete pornô Rita Cadilac, o filme contará com a participação dos atores Montes Clarenses “Debinha de Zé do Fusca” e João “Descapelado”. Senhores e senhores  então vamos a entrevista que hoje é com o candidato Viriato Moraguinho que mora no Bairro Sumaré na  zona Sul da cidade.

Coluna: Bom dia candidato, nossas regras são aquelas que o senhor leu naquele papel, estava escrito a mão por falta de dinheiro para imprimir. Vamos lá, quem é Viriato Moraguinho? E o que pretende fazer a população se acaso for eleito?

V.M: É, bom dia! Meu nome é José Paulo Maria de Jesus. Viriato Moraguinho foi apelido que os colega de serviço colocaram em mim quando eu briguei com um cara que chamava esse nome, ele bateu ne mim e o SAMU precisou de mim levar para o hospital, depois disso fiquei com o nome. Já fiz boletim de ocorrência pra não ser chamado dele, mas o povo ficou chamando e eu resolvi candidatar com esse nome.

Coluna: Ah, sim, então quer dizer que o senhor uniu o útil ao agradável, não é? Mas você diz que apanhou também?

V.M: Sim, conto tudo, da hora que ele me deu o primeiro catiripapo até o ultimo golpe da águia que disseram que ele havia aprendido no filme Karatê Kid! E mais,  hoje ele é meu cabo eleitoral e meu namorado!

Coluna: Oxxentii! Como assim, o senhor não é casado com a Cibele do biscoito?

V.M: Na verdade eu era, quando ela descobriu que gosto dos dois lados foi fazer ponto na BR, mas continuou comigo pois  prometi se ganhar lhe comprarei  uma bicicleta cargueira  e uma cesta nova para ela vender biscoito.

Coluna: Entendi. Mas me diga,  quais são serão suas principais metas?

V.M: Olha, pra te dizer a verdade, por enquanto eu estou sondando um santin daqui outro santin dali e vou escrevendo o que os outros estão falando em fazer, já que é todo mundo igual,  só fala, mas depois que termina faz é o que for do interesse.

Coluna: Mas isso é uma entrevista, vai para milhões de pessoas lerem aqui,  na Coréia do Norte e no Botão!

V.M: Tô nem ai!

Coluna: Como assim candidato, então o povo não significa nada para o senhor?

V.M: Ah rapaz, vou dizer nada mais, encerrou de entrevista, vá pra porra!

Coluna: E nem eu quero mais entrevistá-lo, seu viado escroto, arrombado! CLAUDIO BOCA DE VÉIA, tire essa praga daqui!

Claudio Boca de Véia: Ele já foi chefe, tira os óculos escuros pra você ver!

Riso da Hora

Para pedir seus votos subiu no palanque do bairro Maracanã um candidato a vereador por  Montes Claros :- A Alemanha perdeu a guerra hoje é uma potência. O Japão perdeu a guerra hoje é um exemplo de desenvolvimento. Israel foi dominado, se libertou e prosperou como um avião. Minha proposta é que devemos declarar guerra  aos EUA , e em menos de 10 anos seremos uma potência mundial. Mas ali sapeando o adversário, um candidato do bairro São Judas  subiu em seu carro que já tinha microfone preparado  e argumentou fortemente: – Ninguém pensou na hipótese de ganharmos a guerra contra os EUA. O que vamos fazer depois? Traremos o Presidente de lá para presidentar Montes Claros? O outro candidato se calou pensativo e deu o troco: – Meu caro intruso, se ganharmos a guerra é problema meu, deixe que eu penso o que fazer, o discurso aqui é meu! Vá pensar no seu discurso e ganhar sua guerra, filho de uma égua!

Fica assim, amanhã tem mais..

Por Hesiodo José

Hesiodo José
Hesiodo José

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

O responsável pela cirurgia o neurocirurgião César Felipe Gusmão Santiago

Montes Claros – Santa Casa de Montes Claros realiza cirurgia inédita para retirada de tumor cerebral

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 9 de dezembro de 2016.Montes Claros – …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).