Inicio » Minas Gerais » MG – Fundação Clóvis Salgado abre oportunidades de carreira no mundo das artes

MG – Fundação Clóvis Salgado abre oportunidades de carreira no mundo das artes

MG – Fundação Clóvis Salgado abre oportunidades de carreira no mundo das artes

Iniciativas oferecem cursos com certificação profissionalizante no Núcleo de Tecnologia e seleção no concurso Jovens Solistas.

Curso de Formação Inicial e Continuada (Fic), do Cefart, será nas áreas de Auxiliar de Cenotecnia e Iluminador Cênico
Curso de Formação Inicial e Continuada (Fic), do Cefart, será nas áreas de Auxiliar de Cenotecnia e Iluminador Cênico

 

Uma importante diretriz da Fundação Clóvis Salgado (FCS) é a formação, seja de público ou de profissionais para fomentar a criação, a produção e a difusão da arte e da cultura em Minas Gerais. Em iniciativa inédita, o Governo de Minas Gerais, por meio da FCS, e Núcleo de Tecnologia do Espetáculo, do Centro de Formação Artística e Tecnológica (Cefart), oferece os cursos de Formação Inicial e Continuada (Fic) nas áreas de Auxiliar de Cenotecnia e Iluminador Cênico.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

Também jovens instrumentistas e cantores líricos têm oportunidades com abertura de novo edital para a realização do concurso Jovens Solistas – Instrumento e Canto, que chega à 5ª edição por intermédio da Associação Pró-Cultura e Promoção das Artes (Appa).

Aline Lobo, vencedora do concurso Jovens Solistas
Aline Lobo, vencedora do concurso Jovens Solistas

As iniciativas da Fundação Clóvis Salgado têm o objetivo de fomentar a qualificação e profissionalização em arte, direcionada ao jovem e aos profissionais recém-formados, revelando novos talentos da música erudita à crítica especializada e ao mercado de trabalho.

De acordo com a diretora do Centro de Formação Artística e Tecnológica, da Fundação Clóvis Salgado, Cibele Navarro, a Fundação Clóvis Salgado está desempenhando um papel fundamental no âmbito das oportunidades aos jovens.

“Esta é uma iniciativa que prioriza a certificação daqueles que trabalham na área e também àqueles jovens interessados em se especializar em tecnologia do espetáculo”, observa. Este é um campo fértil, continua Cibele, “os espetáculos são celebrações coletivas e continuarão existindo, os espetáculos que vêm desde antigos tempos serão sempre um modo de expressão social.”

“O que mais nos motiva a seguir investindo em formação é a possiblidade de que, um dia, esses profissionais possam retornar à casa, seja na produção de uma ópera ou em um grande espetáculo ou concerto, completando o ciclo do investimento em formação”

Augusto Nunes-Filho, presidente da Fundação Clóvis Salgado

Os cursos

Centro Técnico de Produção, da FCS
Centro Técnico de Produção, da FCS

O curso de Auxiliar de Cenotecnia será ministrado por Felício Alves da Silva, de 8 de setembro a 31 de outubro, no Centro Técnico de Produção – CTP da FCS, localizado no Marzagão/Sabará.

Com carga horária de 160 horas, serão disponibilizadas 15 vagas para candidatos maiores de 18 anos, com ensino fundamental II incompleto e interesse em auxiliar no trabalho de construção de cenários para espetáculos.

O curso de Iluminador Cênico, que será ministrado por Leonardo Pavanello, oferecerá 20 vagas para pessoas com mais de 18 anos, com ensino médio completo e interesse em trabalhar com iluminação cênica.

Com carga horária de 160 horas, o curso acontecerá entre os dias 8 de setembro e 31 de outubro, no Cefart, no Palácio das Artes.

Ao todo, são 35 vagas e os interessados devem se inscrever na Fundação Clóvis Salgado. Também é necessário apresentar o currículo profissional. O material deve ser enviado para o e-mail [email protected].

No concurso Jovens Solistas os selecionados vão se apresentar com os Corpos Artísticos da Fundação Clóvis Salgado, Orquestra Sinfônica e Coral Lírico de Minas Gerais, em concerto a ser realizado sob a regência do maestro Roberto Tibiriçá, no Grande Teatro do Palácio das Artes.

“Esse concurso foi criado pelo maestro Eleazar de Carvalho, um dos regentes brasileiros mais importantes da história, onde eu vou levo a iniciativa comigo porque é importante dar aos jovens que visam chegar a uma carreira de solista ou ingressar em uma orquestra ou em um coral lírico uma oportunidade especial. Grandes nomes da música como o pianista Nelson Freire, por exemplo, e também eu começamos através desses concursos para a juventude. Assim, é muito importante o Governo do Minas Gerais e a Fundação Clóvis Salgado reconhecer os jovens talentos e congraçar professores que investem no ensino destes aspirantes solistas. São muitos talentos, estou muito feliz porque a cada ano os jovens estão aproveitando mais as oportunidades e sendo cada vez mais contemplados”

Roberto Tibiriçá, maestro e criador do programa Jovens Solistas, da Fundação Clóvis Salgado

Vencedora no Jovem Solista, nos anos de 2012 e 2013, a cantora lírica (mezzosoprano), Aline Lobão,  participou das óperas Lucia de Lammermoor (2015), Romeu e Julieta (2016) e foi solista na Grande Missa em Dó Menor, apresentada pela Fundação Clóvis Salgado, em julho deste ano.

Outro caso instigante e promissor é o do cantor lírico (tenor) Matheus Pompeu, vencedor no ano de 2013, ele participou da ópera Lucia de Lammermoor em 2015.

Inspiração também surge da trajetória de Nivea Raff, que integrou a ópera Fedra e Hipólito e foi doppione – uma espécie de cantora substituta -de Jaquelina Riviere, que interpretou a personagem Lucia de Lammermoor em ópera homônima. A cantora lírica (soprano) venceu, em 2013, o Jovens Solistas.

“É um grande estímulo aos solistas instrumentistas e cantores líricos poderem vivenciar e receber orientações sobre sua qualidade artítica e a convivências com profissionais dos corpos artísticos da Fundação Clóvis Salgado. Além de ser enriquecerdor o aprendizado, a trajetória daqueles selecionados estarão sendo compostas de um portifólio de visibilidade “

Cláudia Malta, diretora de Produção Artística, da Fundação Clóvis Salgado

Na modalidade Instrumentista, o concurso é destinado aos naipes de cordas (violino, viola, violoncelo, contrabaixo), madeiras (flauta, oboé, clarineta, fagote), metais (trompa, trompete, trombone e tuba) e piano.

As inscrições encerraram e os selecionados serão conhecidos em setembro. Os concertos de premiação acontecem nos dias 13 e 14 de setembro nas Séries Sinfônica ao Meio Dia e Sinfônica em Concerto.

Na modalidade Canto, direcionado aos registros vocais – soprano, mezzosoprano, contratenor, contralto, tenor, barítono e baixo -, os concertos de premiação acontecem nos dias 27 e 28 de de setembro nas séries Sinfônica e Lírico ao Meio Dia e Sinfônica e Lírico em Concerto.

O candidato interessado deve acessar os requisitos no Edital e realizar sua inscrição até o dia 1º de setembro com toda documentação e apresentar duas obras no momento da audição: uma canção e uma ária de ópera a serem escolhidas pelo candidato.

Na modalidade Instrumento, os jovens beneficiados possuem idade máxima de 25 anos completos até o dia 14 de setembro de 2016. Para aqueles que vão concorrer na Modalidade Canto, é necessário ter no máximo 35 anos completos até o dia 28 de setembro de 2016.

Outras informações e o resultado da seleção podem ser acessados no site da Fundação Clóvis Salgado.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016. Temer sanciona …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).