Inicio » Norte de Minas » Norte de Minas – PF realiza operação no município de Januária para combater desvios em obras de pavimentação e drenagem de ruas

Norte de Minas – PF realiza operação no município de Januária para combater desvios em obras de pavimentação e drenagem de ruas

Norte de Minas – PF realiza operação no município de Januária para combater desvios em obras de pavimentação e drenagem de ruas

A Polícia Federal, em conjunto com o Ministério Público mineiro, deflagrou, na manhã desta segunda-feira (12), a Operação RUA DA AMARGURA[1] e realizou a prisão de 03 ex-servidores do município de Januária/MG. Há, ainda, mandado de prisão em desfavor do ex-prefeito municipal e do ex-secretário de educação daquela cidade, os quais se encontram foragidos.

Norte de Minas - PF realiza operação no município de Januária para combater desvios em obras de pavimentação e drenagem de ruas
Norte de Minas – PF realiza operação no município de Januária para combater desvios em obras de pavimentação e drenagem de ruas.

 

A operação consiste no cumprimento simultâneo de 05 mandados de busca e apreensão além dos 05 mandados de prisão temporária.

Os investigados fraudavam processos licitatórios, direcionando a contratação de obras como pavimentação e drenagem de ruas a empresa que participava do esquema criminoso. O empresário, que firmou com a Polícia Federal e com o Ministério Público acordo de cooperação premiada, contou que grande parte dos recursos destinados a obras era desviada pelos integrantes da organização criminosa.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

Segundo as investigações, após contratação da empresa, os pagamentos eram depositados na conta desta e o empresário sacava os valores, que retornavam aos servidores municipais e ao ex-prefeito. Laudos de engenharia atestaram a inexecução total de diversas obras de pavimentação, pagas com dinheiro público do município de Januária, no Norte de Minas.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

Os investigados responderão por crimes contra a administração pública, formação de quadrilha, desvio de recursos públicos e fraudes à licitações. Uma vez condenados, as penas máximas aplicadas aos crimes podem ultrapassar 20 anos.

[1] Em pleno Século XXI, a pavimentação de vias públicas, por calcamento ou asfalto, constitui direito básico dos cidadãos e dever do poder publico. O princípio da dignidade da pessoa humana não transige com a idéia de os cidadãos, nos núcleos urbanos, conviverem indefinidamente com poeira, buracos, lama, e os riscos sanitários e à segurança que lhes são associados. Entretanto, a ação de gestores e empresários inescrupulosos teima em subtrair das pessoas esse direito elementar, pelo desvio de verbas publicas, fazendo-se estritamente necessária a intervenção dos órgãos de fiscalização e controle para coibir tais delitos.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

MG - Jovem inventa que mãe está passando mal para estuprar vizinha

MG – Jovem inventa que mãe está passando mal para estuprar vizinha

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 5 de dezembro de 2016.MG – Jovem …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).