Inicio » Colunistas » Aldeci Xavier » Coluna do Aldeci Xavier – Preto no Branco

Coluna do Aldeci Xavier – Preto no Branco

Coluna do Aldeci Xavier – Preto no Branco

BATE BOCA NO DEBATE

Talvez o único fato que tenha chamado a atenção no debate promovido pelas Faculdades Santo Agostinho tenha sido o bate-boca promovido entre os candidatos Humberto Souto (PPS) e Jairo Ataíde (DEM). Chegou a tal ponto que, em determinado momento a mediadora Talita pediu aos dois que se comportassem. O fato teria surgido depois que Souto respondeu pergunta relacionada à Previmoc. Sem citar nome, comentou que dois ex-prefeitos teriam levado a previdência dos servidores à ruína. Ele se referia a Jairo Ataíde e Athos Avelino. Na réplica, Ataíde também não economizou palavras para atacar seu adversário. Aliás, o que não conseguimos entender é porque entre os denunciados está justamente Athos Avelino, que faz parte da campanha de Souto.

AINDA SOBRE O DEBATE

Tanto no debate promovido pela CDL, como o das Faculdades Santo Agostinho, o comportamento dos participantes tem chamado atenção. Além de Ruy, Humberto e Jairo, que já analisamos, vale ressaltar também as candidatas Leninha (PT) e Jéssica (PSOL). É fato de que a grande surpresa tem sido a candidata Leninha que, independentemente das chances de eleição, tem demonstrado preparo em suas respostas. O mesmo não posso falar da candidata Jéssica, que tem insistido no mesmo discurso e escolheu um dos concorrentes como seu algoz. Uma pena! Deveria procurar usar melhor o seu ‘um minuto de fama’.

DISPUTA NO PPS/PDT

Tenho feito questão de acompanhar toda movimentação da política de Montes Claros, inclusive dos candidatos na disputa proporcional. Agora mesmo é fácil perceber que independentemente de quem será eleito dentro da coligação PPS/PDT, poderá, na votação final, o candidato Júnior Martins aparecer na frente, inclusive de quem já tem assento na Câmara Municipal. Aliás, além dele, os candidatos Claudim da Prefeitura, Marli Alves, Raimundo do INSS, professor André Ricardo e Lêga Policial estão numa disputa direta. O restante está ‘fazendo piquenique no processo’.

UM PÉ LÁ OUTRO CÁ

Um fato no mínimo interesse vem acontecendo nas eleições em Montes Claros. A maioria da família do ex-prefeito Mário Ribeiro, mesmo não se envolvendo diretamente na campanha, deve votar em Humberto Souto, com exceção de Berta, que responde pela direção do Centro Cultural e vota em Ruy. Até aí tudo bem. O que chama a atenção é o fato de o ex-secretário de Meio Ambiente, Paulo Ribeiro, não esconder sua simpatia e torcida pela candidatura de Souto (PPS) e ser o responsável pela coordenação dos programas de televisão do PT.

EUGÊNIO PACELLI

O conceituado advogado criminalista Eugênio Pacelli postou nas redes sociais artigo em que também engrossa as fileiras das pessoas de bem que acreditam que estamos vivendo uma crise de identidade institucional, onde a honra e a imagem das pessoas estão sendo destruídas na mídia, antes de qualquer comprovação de culpa. Ele cita que em tons proféticos e certeza inabalável que estão sendo apresentado denúncias ao judiciário como se esse fosse vinculado aos denunciantes. Como o texto é grande não temos como reproduzir. Entretanto, é fato de que, diante da banalização e do denuncismo, aliado ao julgamento midiático, não acreditamos mais no que a Lei define como Presunção de Inocência, que em seu artigo 5º, inciso LVII da Constituição Federal preceitua que “ninguém será considerado culpado até o trânsito em julgado de sentença penal condenatória”.

JÚNIOR DE SAMAMBAIA

O ex-vereador Júnior de Samambaia (PP), o mais votado em 2012 (3.461 votos), e que só não assumiu porque o seu partido na época não fez legenda, informou à coluna que continua a todo vapor na campanha visando o seu retorno ao legislativo. Ele acredita que deverá repetir a votação do pleito passado. A declaração de Júnior se deve ao fato de o juiz eleitoral, Antônio Rosa, ter acatado, na quinta-feira (15), o pedido do Ministério Público de impugnação de sua candidatura. Ele já recorreu da decisão e afirma não ter dúvida de que vencerá o pleito e que estará apto para ser empossado em 1º de janeiro de 2017.

JAIRO ATAÍDE

Na próxima coluna faremos uma análise do que pode acontecer de agora em diante e, principalmente, em relação à participação do ex-prefeito Jairo Ataíde (DEM) no processo, que no princípio foi acusado pelos adversários como ‘Camarão’ e hoje os adversários estão temendo sua chegada ao segundo turno.

Por Aldeci Xavier

Aldeci Xavier
Aldeci Xavier

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016. Temer sanciona …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).