Inicio » Colunistas » Aldeci Xavier » Coluna do Aldeci Xavier – Preto no Branco

Coluna do Aldeci Xavier – Preto no Branco

Coluna do Aldeci Xavier – Preto no Branco

ROUPA SUJA NO PT

Aquele ditado popular que diz que “roupa suja se lava em casa” pelo visto não tem sido levado a sério por integrante da agremiação que historicamente tem causado problema para o partido, inclusive atirando contra os próprios companheiros. A grande polêmica no momento e que foi divulgada nas redes sociais, diz respeito à decisão da direção nacional do partido de encaminhar recursos de R$ 10 mil para a campanha do candidato Paulo Rogério. Alegam que não encaminharam para a candidatura majoritária, mas a coluna levantou que foi encaminhado também, legalmente, recursos de R$ 40 mil. O resultado é que não é a primeira vez que ciúme vem causando mal-estar dentro da agremiação, o que não é bom. Chama a atenção o fato de o responsável pelo questionamento ser ligado às principais lideranças da agremiação no estado e não ter força e prestígio suficiente para ver suas demandas atendidas. Aliás, ética é mais importante do que o valor dos recursos.

CASO RUY MUNIZ

Muitos leitores querem saber a opinião deste jornalista em relação à situação do prefeito afastado de Montes Claros, Ruy Muniz, depois que o médico Danilo Narciso entrou com pedido de desligamento da campanha. Confesso que tenho procurado orientar os leitores evitando entrar em questões polêmicas que têm ultrapassado a visão técnica e que vêm sendo discutidas dentro do campo da paixão política. O que posso dizer de forma segura é que enquanto houver recurso, até ao Tribunal Superior Eleitoral, Ruy é candidato. É isso que o mandado de segurança garante. O recurso de Ruy ainda vai ser julgado pelo TRE. Da decisão cabem recursos ao TSE. Além do mais, o fato surgiu como novidade e criou polêmica que não foi prevista pelos autores da minirreforma política, que é o caso do vice. Se a leitura for da forma que setores querem mostrar, até mesmo a campanha como Governo do Estado estaria vulnerável. Em vez de investir no eleitor, basta investir no candidato a vice. Trataria de um precedente perigoso. Não é por acaso que vice é cargo de expectativa.

DANILO NARCISO

Jamais usaria deste espaço para atacar quem quer que seja, mas confesso que gostaria de citar o adjetivo próprio para a decisão do médico Danilo Narciso de esperar justamente um momento inoportuno para renunciar à candidatura a vice na chapa encabeçada por Ruy Muniz. O que mais deixou os envolvidos indignados, principalmente o PMDB, partido do qual faz parte, foi a forma com que tudo aconteceu. Para se ter uma ideia, Danilo e o seu pai, Pedro Narciso, praticamente atropelaram a todos para conseguir a indicação do companheiro de chapa de Ruy. Uma das vítimas foi o presidente da Sociedade Rural de Montes Claros, Osmani Barbosa Neto, que se filiou ao PMDB atendendo pedido do deputado estadual Tadeu Martins Leite, justamente para ser o nome indicado pela agremiação. É fato que Danilo nunca foi o nome de consenso. Ele foi imposto pelo seu pai que tem maioria na agremiação e que inclusive pediu apoio da própria imprensa para se manifestar favorável ao projeto.

JUÍZES TOTALITÁRIOS

O ministro do STF, Dias Toffoli, durante participação, na sexta-feira, em Belo Horizonte, do Congresso Internacional de Direito Tributário, falou o que a maioria das pessoas de bem deste país gostaria de falar, mais teme represália. Ele alertou para o risco de a atuação de juízes, chegar ao totalitarismo. Ele indagou se o totalitarismo do judiciário seria democrático e se é estado democrático de direito. Disse ainda que se o judiciário criminalizar a política e achar que o setor vai solucionar os problemas da nação com moralismo, cometerá o mesmo erro que os militares cometeram em 1964. De fato, chama a atenção que quase a totalidade das denúncias que chegam ao judiciário envolvendo políticos seja acatada, mesmo que apenas baseadas em suspeitas.

NARCISISMO

O termo é derivado de Narciso e faz parte da mitologia grega. O indivíduo narcisista é frequentemente fechado, egocêntrico e solitário. Segundo Sigmund Freud, o narcisismo se transforma em patologia, ou seja, passa do estado normal para o doentio quando entra em conflito com ideias culturais e éticas, tornando-se excessivo e dificultando as relações normais do indivíduo no meio social. De acordo com os estudos de Freud, o narcisismo pode ser dividido em duas etapas: narcisismo primário (fase auto erótica) e o narcisismo secundário (quando o indivíduo desenvolve o ego e consegue se diferenciar-os seus desejos e o que o atrai- do resto do mundo).

Por Aldeci Xavier

Aldeci Xavier
Aldeci Xavier

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

De compra pela internet a mesada, veja opções de uso do cartão pré-pago internacional ZenCard MasterCard

De compra pela internet a mesada, veja opções de uso do cartão pré-pago internacional ZenCard MasterCard

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 7 de dezembro de 2016.De compra pela …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).