Inicio » Norte de Minas » Norte de Minas – Representantes de produtores rurais do Norte de Minas visitam a Anater‏

Norte de Minas – Representantes de produtores rurais do Norte de Minas visitam a Anater‏

Norte de Minas – Representantes de produtores rurais do Norte de Minas visitam a Anater‏

Os produtores buscam apoio para enfrentamento da situação crítica na região norte-mineira provocada pela estiagem prolongada.

Norte de Minas - Representantes de produtores rurais do Norte de Minas visitam a Anater‏
Norte de Minas – Representantes de produtores rurais do Norte de Minas visitam a Anater‏

VIATOTAL

ViaTotal

///////////////////////////

Os representantes dos produtores rurais do Norte de Minas Gerais, Osmani Barbosa Neto, presidente da Sociedade Rural de Montes Claros, Ricardo Laugthon, presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Montes Claros, e Luiz Guilherme Câmara, assessor técnico da Sociedade Rural, visitaram a Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (Anater) no final da tarde desta terça-feira (20/09). Eles foram recebidos pelo diretor administrativo da Anater, Ricardo Peres Demicheli, quando discutiram a situação crítica enfrentada pelo Norte de Minas devido à seca prolongada. A visita dos ruralistas também teve a proposta de buscar apoio e a parceria da Anater para buscar alternativas de convivência sustentável com a seca na região.

Entre as proposições elencadas pelos visitantes estão a viabilização dos programas de recuperação das nascentes e áreas degradadas, pastagens, linhas de financiamento, bem como a possibilidade de implantação de uma unidade da Embrapa na região norte-mineira.

– Apresentamos essas demandas ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e vamos realizar um estudo técnico detalhado para que o Mapa possa analisar, junto com os Ministério do Desenvolvimento Agrário, Planejamento e Fazenda – relatou Osmani Barbosa.

Barbosa explica que a região norte-mineira é assolada periodicamente por secas prolongadas, como a que está em curso e que já dura cinco anos. Em decorrência disso, há uma drástica redução dos rebanhos, perda de pastagens, redução da oferta de água, e dificuldades de honrar compromissos de crédito rural e outros prejuízos.

– Por isso estamos buscando o apoio da Anater, para nos apoiar e, juntos, possamos compartilhar novas oportunidades para a melhoria da assistência e qualidade de vida do produtor rural – completa.
O diretor da Anater, Ricardo Demicheli, disse que, em função da necessidade e do cenário atual, a Anater vai buscar disponibilizar modelos de assistência técnica e extensão rural fortemente voltados para a convivência com a seca, seja na assistência direta ao produtor ou através de financiamento de crédito rural.

– Nossa proposta é buscar junto aos agentes financeiros uma adequação das linhas de crédito que contemplem a conservação do solo e da água e reserva alimentar estratégica, com prazos mais longos – explica.

RENEGOCIAÇÃO DE DÍVIDAS

Nesta terça-feira, o Senado aprovou a medida provisória 733/2016 que renegocia e dá descontos a dívidas rurais de agricultores das regiões Norte e Nordeste atingidos por intempéries e estiagens nos últimos anos. A proposta, que já havia sido aprovada pela Câmara, segue agora para a sanção ou veto do presidente Michel Temer.

– Os produtores da região norte-mineira esperam que o presidente Temer sancione urgentemente a MP e que ofereça condições para a rápida negociação das dívidas. A seca do Norte de Minas compromete toda a economia e há necessidade de mais incentivo à criação de estratégias de convivência com longos períodos de estiagem – ressalta Ricardo Laughton, presidente do Sindicato Rural de Montes Claros.

O projeto de criação da Anater teve início em 2005, por iniciativa do deputado federal Zé Silva (Solidariedade/MG), quando este era presidente da Associação Brasileira das Entidades Estaduais de Assistência Técnica e Extensão Rural (Asbraer) e, posteriormente, presidente da subcomissão de Agricultura Familiar e Extensão Rural.

– A finalidade da Agência é cuidar da assistência técnica e extensão rural e otimizar os recursos do governo federal destinado a assim fim, evitando que haja sobreposição de utilização desses recursos e, por isso, vamos trabalhar para que, não somente o Norte de Minas, mas todo o semiárido brasileiro possa ser assistido – explica o deputado.

SOLUÇÕES

Quanto às demandas apresentadas pelos produtores, o deputado Zé Silva explica que participou da Comissão Especial da MP 733 e que foi aprovada a emenda, de autoria dele, que estende a todos os beneficiários do programa Banco da Terra o benefício do desconto previsto na MP, que vai até 95%.
– O presidente Michel Temer tem um compromisso feito comigo e com a bancada do Nordeste de que vai sancionar a MP na integralidade – garante o deputado.

Em relação à recuperação das nascentes e rios no Norte de Minas, Zé Silva diz que está em curso um programa de revitalização nos 202 municípios da Bacia do Rio São Francisco, de iniciativa da Frente Parlamentar da Extensão Rural, da qual é presidente.

– O programa está promovendo ações de proteção das nascentes, recomposição das matas ciliares, educação ambiental com agricultores nas escolas e construindo estradas vicinais técnicas para evitar o assoreamento dos rios. Já levamos o abastecimento para cerca de 1100 comunidades rurais, beneficiando mais de 60 mil famílias no estado de Minas Gerais, mas não há dúvida que a revitalização dos córregos e rios é a única saída para conviver com a seca – ressalta.

Jerúsia Arruda / Acom ANATER

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

VLI abre vagas para programa Jovem Aprendiz em Montes Claros

VLI abre vagas para programa Jovem Aprendiz em Montes Claros

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 8 de dezembro de 2016.VLI abre vagas …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).