Inicio » Colunistas » Aldeci Xavier » Coluna do Aldeci Xavier – Preto no Branco

Coluna do Aldeci Xavier – Preto no Branco

Coluna do Aldeci Xavier – Preto no Branco

 

PMDB E RUY
A primeira conversa entre o candidato a prefeito Ruy Muniz e integrantes do PMDB para discutir o seu novo companheiro de chapa não foi nada amistosa. A princípio, foi colocado o nome de Itamaury Teles, mas não houve entendimento. Certamente, ainda decepcionado com o comportamento do então vice, Danilo Narciso, Muniz entendeu que o mais seguro seria buscar outro nome mais próximo a ele, e acabou sendo apresentando o engenheiro Jason Neto, cuja formação ética e moral é inquestionável. A dúvida agora é como ficará o PMDB no processo, já que dentro da agremiação tem um grupo que sempre procura impor suas ideias. O certo é que não tem como mais desfazer a coligação e que uma palavra final sobre o posicionamento da agremiação será do líder maior do partido, deputado estadual Tadeu Martins Leite, que, até que prove o contrário, tem se posicionado com mais equilíbrio.

FLUTUANDO
Antes mesmo de uma discussão mais ampla em relação ao processo, ficou evidente que alguns integrantes do PMDB já vêm frequentando a sala do também candidato a prefeito, Jairo Ataíde (DEM) – inclusive candidatos a vereador. O certo é que neste caso particular este tipo de comportamento tem sido geral, também com outros candidatos na disputa majoritária.

LULA NA TV
A coluna saiu na frente quando, antes mesmo do início da campanha na TV, divulgamos que o ex-presidente Lula iria aparecer no programa de televisão pedindo voto para Sued/Leninha, agora Leninha. A estreia foi na quinta-feira, mas fizeram questão de usar a mesma estratégia de esconder o símbolo da agremiação que é a estrela. Um dos integrantes da cúpula do partido comentou com este jornalista que a presença de Lula é uma forma de tentar conquistar o voto daqueles que foram beneficiados com programas sociais, como Minha Casa Minha Vida e Bolsa Família.

PSC E PTN
Em mais uma tentativa de aparecer na mídia, o ainda presidente da PSC e que controla o PTN, Igor Versiani, voltou com a mesma cantilena de que os dois partidos vão deixar a coligação do candidato Jairo Ataíde. Além de esquecer que juridicamente não tem respaldo, também esqueceu que falta apenas uma semana para as eleições. Aliás, em se tratando de Montes Claros, as duas agremiações têm pouca ou quase nenhuma expressão. Basta após a eleição verificar a votação dos seus candidatos.

REFORMA AGRÁRIA
Mais de 400 mil famílias que vivem em assentamento tiveram o acesso aos créditos e programas sociais desbloqueados pelo Tribunal de Contas da União, nesta quarta-feira. O pedido de revisão da situação dos assentados foi feito pelo deputado Zé Silva (Solidariedade/MG). De acordo com o parlamentar, dos cerca de 1 milhão de assentados brasileiros, cerca de 560 mil não tinham acesso aos benefícios por estarem em situação irregular junto ao CadÚnico, comprometendo a produção da agricultura familiar e o sustendo dessas comunidades.

REVISÃO DE CADASTRO
O deputado diz que a reforma agrária no país estava suspensa por suspeita de irregularidade nos cadastros e, na tentativa de buscar uma solução para o problema, solicitou ao Incra que fizesse uma análise para apurar que tipo de irregularidade se tratava. O estudo do Incra demonstrou que das 568 mil famílias bloqueadas, 400 mil apresentavam apenas inconsistência no endereço, que foram imediatamente regularizadas. O relatório foi encaminhado ao TCU que, após análise, autorizou o desbloqueio definitivo do cadastro, devolvendo aos assentados o acesso aos créditos e programas produtivos. O cadastro das outras 168 mil famílias ainda está sendo analisado pelo TCU.

FRANCISCO SÁ
Pelo andar da carruagem, em Francisco Sá, em plena véspera de eleição, está acontecendo uma reviravolta total no processo. Num primeiro momento, a disputa pela prefeitura estava entre o ex-prefeito Ronaldo Ramon de Brito (DEM) e Zélia Prado (PMN). Agora, pelo que percebemos, a disputa está entre o atual prefeito Denilsão (PMDB) e o produtor rural Mariosvaldo Casassanta (PT).

VARGEM GRANDE DO RIO PARDO
O candidato a prefeito de Vargem Grande do Rio Pardo, Virgílio Costa, que estava foragido e vinha fazendo campanha à distância, tem mais o que comemorar. Ele retornou ao município amparado pela Lei que proíbe a prisão de candidatos 15 dias antes do pleito. Se não bastasse, além da condição real de vencer o pleito, no final da tarde de quinta-feira ele recebeu outra boa notícia do conceituado advogado belo-horizontino, Bruno César Gonçalves (Dr. Bruno), que conseguiu Habeas Corpus para seu cliente no STJ, numa decisão unânime. Vale dizer que Virgílio, após a campanha, continuará livre.

Por Aldeci Xavier

Aldeci Xavier
Aldeci Xavier
------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Cultura Moc - Festa Nacional do Pequi começa na próxima semana

Cultura Moc – Festa Nacional do Pequi começa na próxima semana

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 10 de dezembro de 2016.Cultura Moc – …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).