Inicio » Montes Claros » Montes Claros – Hospital Dilson Godinho participa de blitz no Mercado de Montes Claros

Montes Claros – Hospital Dilson Godinho participa de blitz no Mercado de Montes Claros

Montes Claros – Hospital Dilson Godinho participa de blitz no Mercado de Montes Claros

A Fundação de Saúde Dilson de Quadros Godinho – Hospital Dilson Godinho, através da Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplante (CIHDOTT) e em parceira com outras instituições de saúde de Montes Claros, realizou na manhã de sábado (24/09), campanha de conscientização no Mercado Central Christo Raeff.

A Campanha teve por objetivo conscientizar trabalhadores e clientes do mercado sobre a fundamental importância da doação, em alusão ao Dia Nacional da Doação de órgãos celebrado nesta terça-feira (27/09). O evento teve o apoio da Central de Notificação, Captação e Doação de Órgãos e Tecidos CNCDOs) regional Norte/Nordeste.

Trabalhadores da área da saúde participaram da programação no Mercado de Montes Claros conscientizando trabalhadores e usuários sobre a importância da doação de órgãos  - Foto: Rubens Santana
Trabalhadores da área da saúde participaram da programação no Mercado de Montes Claros conscientizando trabalhadores e usuários sobre a importância da doação de órgãos – Foto: Rubens Santana

 

De acordo com a central Montes Claros tem 273 pessoas na fila de espera para fazer transplantes, mas dependem de doadores. Várias pessoas formaram uma fila dentro do Mercado Municipal, com pedidos de participação na campanha. Durante o evento, além de panfletagem foram desenvolvidas ações para sensibilização dos trabalhadores e usuários nos diversos pontos do mercado.

PUBLICIDADE

///////////////////////////

Segundo Nadja Paccelli Frota Pereira, enfermeira e coordenadora da CIHDOTT do Hospital Dilson Godinho, o objetivo principal do evento realizado no Mercado Municipal foram esclarecer dúvidas e conscientizar a população da importância da doação de órgãos e tecidos. “Realizamos uma blitz educativa onde orientamos e incentivamos diversas pessoas a serem doadoras de órgãos. O evento contribuiu diretamente para quebrarmos paradigmas acerca do assunto, que ainda gera dúvidas para diversas pessoas”, observa.

Ainda segundo a coordenadora da comissão, para ser doador de órgãos, é preciso conversar com a família e deixar bem claro o seu desejo. “Não é necessário nenhum documento escrito nem registrado em cartório. Para ser doador basta uma atitude simples e sem burocracia. Os órgãos doados vão para pacientes que precisam e estão aguardando em lista única, organizada pela Central de Transplantes da Secretaria de Saúde de cada Estado e fiscalizada pelo Ministério Público. As listas de espera para transplante são regulamentadas por lei e as equipes médicas especializadas em transplante são responsáveis pela inscrição dos pacientes. Quando alguém se dispõe a ofertar seus órgãos, ou quando parentes autorizam a retirada de órgãos para transplante, estamos diante de um ato de amor, cuja motivação é a solidariedade e o interesse de salvar e promover a vida”, enfatiza a enfermeira.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

MG - Jovem inventa que mãe está passando mal para estuprar vizinha

MG – Jovem inventa que mãe está passando mal para estuprar vizinha

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 5 de dezembro de 2016.MG – Jovem …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).