Inicio » Colunistas » Aldeci Xavier » Coluna do Aldeci Xavier – Preto no Branco

Coluna do Aldeci Xavier – Preto no Branco

Coluna do Aldeci Xavier – Preto no Branco

ELEIÇÃO JUDICIALIZADA
Independentemente de quem for eleito, é fato de que a tentativa de judicialização do processo, com interferência de setores da área de segurança, do Ministério Público e do próprio judiciário mostra de forma clara que deputados e senadores necessitam, urgentemente, reformular todo o processo, inclusive protegendo os candidatos após as convenções. Por este Brasil afora, o que mais assistimos foram denúncias, investigações, pedidos de prisões de candidatos que, antes de manifestarem interesse em participar do processo, não foram em nenhum momento incomodados. Independentemente de culpa ou inocência dos investigados, as ações deixam dúvidas. Todo processo tem seu rito e sua ordem não pode ser invertida, do contrário corremos o risco de estarmos vivendo a chamada ‘Ditadura Branca’ que é bem pior do que a ditadura militar. Aliás, vale ressaltar que, felizmente, a maioria dos profissionais dos setores citados é contra este tipo de interferência.

VEREADORAS
Historicamente, a Câmara de Montes Claros jamais conseguiu eleger mais de duas vereadoras. Aliás, somente uma vez, duas foram eleitas ao mesmo tempo. Na época, Maria Helena Lopes e Fátima Pereira. Na atual legislatura, apenas Marly Alves foi eleita, sendo que Graça Corrêa, assumiu o cargo face ao afastamento do então vereador Alfredo Neto. Já nas eleições que acontecem neste domingo (2), são claras as possibilidades do aumento do número de mulheres naquela casa legislativa. De qualquer forma, este ano, vários partidos conseguiram indicar candidatas com potencial real de eleição.

ESTRATÉGIA DO PT
A coluna havia antecipado a participação do ex-presidente Lula e da presidente Dilma na campanha do PT em Montes Claros e por este Brasil afora. Na semana passada foi a vez de Lula pedir voto para a candidata Leninha e ontem (27), foi a vez da ex-presidente Dilma Rousseff. A estratégia do partido é tentar convencer o eleitor simples, beneficiado com programas sociais, a votar na chapa do PT. De qualquer forma, pela performance da candidata Leninha, o partido em Montes Claros, mesmo com a dificuldade de pensar em segundo turno, já cumpriu o seu papel.

BRASÍLIA DE MINAS
Em Brasília de Minas, a grande surpresa nas eleições deste ano foi o crescimento do candidato professor Geelison (PMDB), que surgiu como um ilustre desconhecido do eleitorado e hoje conta com chances reais de vencer o pleito. A principal concorrente é Rosamélia Magalhães Andrade, que tem apoio do seu esposo, o médico e ex-prefeito Getúlio Andrade, e do atual prefeito, Jairzinho (PT). O certo é que, faltando quatro dias para o pleito, não é possível cravar quem vencerá o pleito.

MAIS VOTADO
Pelo andar da carruagem, tudo indica que este ano, em Montes Claros, um dos candidatos baterá o recorde de Ruy Muniz que, em 2004, foi o candidato a vereador mais votado, com 4.026. Este analista político vislumbra que não será nenhuma novidade se de dois a quatro candidatos superarem a casa dos quatro mil votos. Vale lembrar que a diferença é de que na eleição deste ano houve aumento do eleitorado e, com a minirreforma eleitoral, houve uma redução no número de candidatos.

OPINIÃO
Faltando quatro dias para as eleições municipais é possível dizer que, de um modo geral, a acanhada reforma política contribuiu para que houvesse mais propostas e menos ataques nos programa de rádio e TV. Mesmo com as proibições, houve candidato que achou por bem usar a forma subjetiva para atacar seus adversários. De qualquer forma, é possível afirmar que o resultado foi bom. Para os mais entendidos, uma pena que as propostas são as mesmas de sempre, onde candidatos apelam para promessas fáceis e vazias, sem ao menos citar a fonte de recurso.

ISENÇÃO
Como eleitor seria normal manifestar favorável a este ou àquele candidato nas eleições municipais em Montes Claros. Entretanto, como analista político, o que mais pedi a Deus em minhas orações foi equilíbrio para analisar o processo sem ser contaminado ou posicionar a favor deste ou daquele candidato. Faltando quatro dias para o pleito, creio que consegui. Talvez a qualidade dos candidatos que se apresentaram para a disputa também tenha facilitado uma avaliação mais clara. De qualquer forma, entendo que ainda existe muito que corrigir, principalmente com os candidatos que, em vez de defender sua plataforma de trabalho, atacam, de forma pessoal, o que considera o principal adversário.

Por Aldeci Xavier

Aldeci Xavier
Aldeci Xavier

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Montes Claros – Confira os destaques policiais das últimas 24h

Montes Claros – Confira os destaques policiais das últimas 24h

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 7 de dezembro de 2016.Montes Claros – …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).