Casa das Apostas Online Betway

Últimas Notícias

SAIBA MAIS AQUI - FAÇA CLICK

F1 – Por espetáculo, Fórmula 1 quer volta de faíscas em carros

Um dos “símbolos” da Fórmula 1 até a primeira metade da década de 90, as faíscas podem estar de volta à categoria. De acordo com a versão online da revista Autosport, as equipes do grid querem dar mais espetáculo à F1 – e isso inclui a volta de faíscas e de discos de freio incandescentes, entre outros detalhes estéticos.

Com medidas estéticas e econômicas, categoria quer recuperar
Com medidas estéticas e econômicas, categoria quer recuperar “emoção” para fãs

De acordo com a publicação, “as equipes de ponta da F1 têm se preocupado com os designs atuais, que tendem a roubar do esporte o drama que os carros de gerações anteriores asseguravam”. Desta forma, nas próximas semanas, um grupo de debates quer discutir formas de “trazer de volta a empolgação”.

Ainda que boa parte das medidas propostas tenha como base o corte de custos da categoria, as equipes pretendem tornar as corridas mais atraentes. Desta forma, o desenho dos carros precisariam reduzir custos, mas também despertar a atenção do público.

As faíscas foram “abandonadas” da Fórmula 1 em 1994, quando as equipes passaram a utilizar assoalhos de madeira em busca de vantagens aerodinâmicas. Até então, os times utilizavam placas de titânio no assoalho dos carros – o eventual choque delas no chão gerava os fragmentos incandescentes.

Consultado sobre a possibilidade, o ex-piloto Derek Warwick se mostrou favorável à “volta do espetáculo”. “Acho que a F1 sempre tem que estar à frente da tecnologia, e é isto que temos no momento. Mas nós precisamos olhar pelo espetáculo? É claro que sim, por que é isso que atrai”, disse Warwick, presidente do Clube dos Pilotos Britânicos (BRDC). “Os fãs precisam vir (às pistas) para ter arrepios quando chegam. Coisas como faíscas são parte do pacote”, completou o ex-piloto de Toleman, Renault, Brabham e Arrows, entre outras equipes.