Casa das Apostas Online Betway

Últimas Notícias

SAIBA MAIS AQUI - FAÇA CLICK

Inicio » Política » Eleições 2014 – Cotado a vice de Aécio diz que Marina ajuda campanha de Dilma

Eleições 2014 – Cotado a vice de Aécio diz que Marina ajuda campanha de Dilma

O senador Aloysio Nunes (PSDB-SP), cotado para a vice na chapa de Aécio Neves (PSDB), acusou a ex-senadora Marina Silva de “jogar água no moinho do PT” ao criticar o pré-candidato tucano ao Planalto.

Em entrevista à Folha de S.Paulo publicada nesta quinta-feira (8), Marina disse que o PSDB já sente “o cheiro da derrota” de Aécio no segundo turno.

Aloysio reagiu às críticas de Marina a propostas defendidas por Aécio, como a suspensão da menoridade penal em crimes hediondos praticados por jovens com mais de 16 anos
Aloysio reagiu às críticas de Marina a propostas defendidas por Aécio, como a suspensão da menoridade penal em crimes hediondos praticados por jovens com mais de 16 anos

Para Aloysio Nunes, a vice de Eduardo Campos (PSB) revelou “amargura” e ajudou a campanha da presidente Dilma Rousseff (PT) à reeleição. “Campos tem, mais do que Marina, a percepção de que o que interessa à oposição é a mudança do governo. Quem confunde as coisas joga água no moinho do PT”, disse o senador.

“Assim como Aécio, Campos tem uma trajetória de estilo agregador, de quem valoriza as convergências. Não é o estilo dela, talvez pelo histórico de ligação com o PT”, acrescentou.

Aloysio reagiu às críticas de Marina a propostas defendidas por Aécio, como a suspensão da menoridade penal em crimes hediondos praticados por jovens com mais de 16 anos.

“Em matéria de progressismo, Aécio não tem lições a receber de Marina. Progressismo não é só discurso, é ação concreta”, disse.

O senador também sugeriu que Marina está amargurada por não ser mais candidata a presidente. Ela pretendia se lançar pela Rede Sustentabilidade, mas o partido teve o registro negado pela Justiça.

“Compreendo o momento difícil que ela está vivendo. Ela viu frustrar-se seu projeto de criar um partido e sua ambição de ser candidata a presidente. Agora, talvez tenha alguma dificuldade de não estar em posição de protagonismo neste momento”, disse o tucano.
“Marina ainda não conseguiu transferir para o seu candidato o potencial de votos que ela imaginava. Isso talvez seja a explicação para esta ponta de amargura que ela está exibindo.”

Folhapress

Aviso

  • • Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.
  • • Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)