FENICS 2019 - ACI

Inicio » Internacional » África » África – Em Marrocos, 6 homossexuais são condenados a 3 anos de prisão

África – Em Marrocos, 6 homossexuais são condenados a 3 anos de prisão

Seis pessoas foram condenadas no Marrocos a penas de até três anos de prisão por serem homossexuais, depois que o pai de uma delas apresentou uma denúncia à polícia, na última segunda-feira.

Segundo o advogado Ahmed Amin Chaabi, que atuou como parte civil contra os acusados, o Tribunal de Primeira Instância de Fqih Bensalah, centro do país, os condenou por “libertinagem, mediação na prostituição e homossexualidade” e, uma delas, também por embriaguez.

Homossexualidade é considerada crime no Marrocos e gays podem ter pena de até 3 anos
Homossexualidade é considerada crime no Marrocos e gays podem ter pena de até 3 anos

Um primeiro jovem teria sido detido após ser denunciado por seu próprio pai e, quando estava depondo na delegacia, recebeu um SMS em seu telefone que teria permitido a detenção dos outros cinco.

A prática da homossexualidade é expressamente condenada no Código Penal marroquino com penas de até três anos de prisão, além de grande reprovação social.

Na semana passada, um grupo de ativistas pró-direitos humanos divulgaram um vídeo para condenar a homofobia no país, porém, não contava com nenhuma pessoa que se declarasse homossexual, tamanha a recriminação pública do tema.

A divulgação do vídeo levou o Partido Justiça e Desenvolvimento, de orientação islamita e à frente do governo marroquino, a pedir explicações ao ministro de Assuntos Islâmicos, Ahmed Tawfiq, que respondeu que a melhor maneira de enfrentar “esse tipo de questão” era “a sabedoria e a pregação”.

Agência EFE

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)