Últimas Notícias
POS ON-LINE PUC MINAS

Homem é atacado e arrancado de seu barco por crocodilo na Austrália

A polícia australiana encontrou neste domingo restos humanos no estômago de um crocodilo abatido não muito longe do local onde um exemplar deste animal atacou e lançou à água um sexagenário diante do olhar de seus parentes.

O homem, de 62 anos, desapareceu na tarde de sábado, após o ataque de um crocodilo no rio South Alligator, no parque nacional de Kakadu (norte), localizado 150 km a sudoeste de Darwin. As autoridades lançaram imediatamente uma operação de busca do desaparecido.

Homem é atacado e arrancado de seu barco por crocodilo na Austrália
Homem é atacado e arrancado de seu barco por crocodilo na Austrália

“A análise de um dos dois crocodilos (abatidos) revelou uma certa quantidade de restos humanos” em seu estômago, indicou um oficial da polícia, Andrew Hocking.

Os restos humanos encontrados neste crocodilo de 5 metros de comprimento ainda não foram identificados, mas a área onde o animal foi capturado encontra-se a 1,5 quilômetro de distância do local do ataque.

Após o ataque, a esposa e a nora do desaparecido pediram ajuda no povoado mais próximo, enquanto seu filho continuou buscando seu pai.

O crocodilo-marinho (Crocodylus porosus) vive nos pântanos e nas margens das regiões costeiras do norte da Austrália, onde está protegido há mais de quatro décadas e onde acredita-se que exista uma população de 75.000 a 100.000 destes animais.

Segundo a base de dados CrocBITE internacional da Universidade Charles Darwin da Austrália, neste ano 66 pessoas morreram em todo o mundo por ataques de crocodilos.