POS ON-LINE PUC MINAS

Banco Central age para estimular crédito, mas juro alto minimiza medida

O Banco Central (BC) anunciou nessa sexta medidas que visam estimular o crédito. Com as novas regras, até R$ 45 bilhões podem ser injetados na economia. A liberação dos recursos, entretanto, dependerá da vontade dos bancos de emprestar. Há medidas adicionais também para incentivar o financiamento de veículos e motos. De acordo com o BC as novas regras não alteram suas projeções para a inflação.

Banco Central age para estimular crédito, mas juro alto minimiza medida
Banco Central age para estimular crédito, mas juro alto minimiza medida

Do valor a ser liberado, R$ 30 bilhões se referem aos depósitos compulsórios sobre recursos a prazo. O BC decidiu permitir que até 50% do recolhimento compulsório relativo a depósito a prazo sejam utilizados com operações de crédito, na contratação de novas operações de crédito.