Últimas Notícias

Mulher que usou heroína na gravidez vira ativista anti-droga

Uma mulher que usou heroína por muitos anos – inclusive durante a gravidez – tornou-se uma ativista contra a droga, em Londres, no Reino Unido. As informações são do Mirror.

Kay Shaw fumava heroína todos os dias e, no auge do vício, ficou grávida de seu terceiro filho. O bebê, Billie, nasceu prematuro e teve que ficar internado no hospital por meses.

Em foto divulgada pela ativista, ela mostra a mudança que passou desde a época do vício até hoje, cinco anos sem a droga
Em foto divulgada pela ativista, ela mostra a mudança que passou desde a época do vício até hoje, cinco anos sem a droga

Hoje, com 32 anos, Kay está livre da droga há cinco anos e quer alertar outras pessoas sobre os perigos do uso da heroína. 

Segundo a publicação, ela diz que chorava todos os dias durante a gravidez, por se sentir culpada devido ao uso contínuo da droga. “Eu me sentia mal, mas quando você já é viciada, fica muito difícil. Não é no momento que você sabe que está grávida que você vai se livrar do vício”, diz Kay.

“Eu quero mostrar às pessoas que a heroína é uma droga do mal, que pode destruir sua vida, mas é possível lutar. Eu sou a prova viva disso”, conclui.