OI TOTAL COM FIBRA

MG - Mãe repreende namoro de filha e descobre que ela era estuprada | Jornal Montes Claros
Inicio » Minas Gerais » Centro Oeste de Minas » MG – Mãe repreende namoro de filha e descobre que ela era estuprada

MG – Mãe repreende namoro de filha e descobre que ela era estuprada

Uma adolescente de 13 anos foi estuprada, por mais de uma vez, pelo companheiro da mãe, que tomou conhecimento do crime após repreendê-la por estar de “namorico” na escola, na noite dessa terça-feira (9), em Camacho, na região Centro-Oeste de Minas Gerais.

MG - Mãe repreende namoro de filha e descobre que ela era estuprada
MG – Mãe repreende namoro de filha e descobre que ela era estuprada

Para a Polícia Militar (PM), a menina contou que, na ausência da mãe, o suspeito U.F.S., 28, fazia carícias nas partes íntimas dela e que já chegou a retirar parte de sua roupa. Recentemente, o homem a teria levado para um local ermo para ensiná-la a andar de moto e teria se aproveitado para tocar no corpo da adolescente.

O suspeito foi localizado, preso e negou as acusações. A menina foi encaminhada para um hospital em Itapecerica. O conselho tutelar acompanha o caso.

Segundo a Polícia Civil (PC), o suspeito foi encaminhado para a delegacia de Plantão de Formiga. Por não haver flagrante, o suspeito foi ouvido e liberado, porém, foi instaurado inquérito para averiguar as denúncias e o caso ficará a cargo do delegado de Itapecerica, Tiago Vasconcelos.

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.O espaço de comentários em nossos artigos é destinado a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não às pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou email válido).