OI TOTAL COM FIBRA
Inicio » Minas Gerais » MG – Servidores do Judiciário Federal fazem greve em toda Minas Gerais

MG – Servidores do Judiciário Federal fazem greve em toda Minas Gerais

Os servidores do Judiciário Federal iniciaram, nessa segunda-feira (8), uma greve em toda Minas Gerais. Segundo o Sindicato dos Trabalhadores do Poder Judiciário Federal do Estado de Minas Gerais (Setraemg), os servidores querem que seja aprovado Projeto de Lei nº7920/2014, que garante a revisão salarial da categoria. 
 
MG - Servidores do Judiciário Federal fazem greve em toda Minas Gerais
MG – Servidores do Judiciário Federal fazem greve em toda Minas Gerais

Funcionários do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), Varas Federais, Justiça Trabalhista, entre outros órgãos, já aderiram à paralisação que não tem prazo para terminar. Nesta quarta-feira (10), os servidores fizeram uma manifestação, em frente ao prédio do Tribunal Regional do Trabalho de Minas Gerais (TRT/MG), na rua Mato Grosso, região central de Belo Horizonte. 

 
De acordo com o Setraemg, os servidores reivindicam a aprovação do Projeto de Lei para ainda este ano, além da inclusão da verba destinada à sua implementação Projeto Lei Orçamentária Anual (PLOA), para pagamento da primeira parcela em 2015.
 
“São oito anos de defasagem salarial. Não dá mais para esperar. A pressão deve ser total: sobre o Executivo, o Judiciário e o Legislativo (sobre este, pela aprovação do PL 7920/14 e pela manutenção da verba da revisão salarial no Projeto de Lei Orçamentária Anual)”, diz texto divulgado pelo Setraemg.

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.O espaço de comentários em nossos artigos é destinado a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não às pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou email válido).