Inicio » Últimas » MG – Jovem é morta na frente da filha de 4 anos

MG – Jovem é morta na frente da filha de 4 anos


Reviewed by:
Rating:
5
On 18 de setembro de 2014
Last modified:18 de setembro de 2014

Summary:

MG - Jovem é morta na frente da filha de 4 anos

Uma discussão de casal terminou na morte de uma mulher de 20 anos, em Guanhães, no Vale do Rio Doce, na noite dessa quarta-feira (17). Rita Mariana Rodrigues de Miranda foi assassinada a tiros na porta da casa da mãe. O principal suspeito é o ex-companheiro da vítima, P.S.B.F., de 25 anos, que está foragido. A filha do casal, de 4 anos, presenciou o crime. 

MG - Jovem é morta na frente da filha de 4 anos
MG – Jovem é morta na frente da filha de 4 anos

A mãe de Rita contou à Polícia Militar (PM) que estava na rua quando recebeu uma ligação da filha pedindo que ela retornasse para a casa, porque ela estava sendo agredida pelo ex-companheiro. A testemunha disse que, quando chegou ao local, encontrou P.S.B.F. montado em uma motocicleta preta na porta da casa, com a neta na garupa e ordenando que Rita também subisse no veículo.

Ao ver a cena, a mãe da vítima contou que tirou a criança da motocicleta pouco antes que a filha recebesse mais uma ameaça ao se negar a atender o pedido do ex-companheiro. “Já que você não vai montar, eu vou te mostrar”, disse o suspeito, que desceu do veículo, sacou um revólver e correu atrás de Rita, disparando vários tiros na direção da moça. A mãe de Rita contou que tentou tirar o revólver das mãos do autor, mas não conseguiu. Após o crime, P.S.B.F. fugiu por uma rua que dá acesso ao centro da cidade. 

Quando os militares chegaram ao local, a vítima estava caída na calçada e sem sinais vitais. A perícia foi acionada, esteve no local e o corpo de Mariana foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Governador Valadares. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil de Guanhães, que já pediu a prisão preventiva do suspeito. Até o momento, ele não foi encontrado.

Histórico de agressão

A mãe da vítima contou à PM que o casal estava separado há cerca de 15 dias e que Rita Mariana estava morando em Belo Horizonte, por medo das ameaças do ex-companheiro.

Ainda de acordo com a mãe da moça, o suspeito já havia batido nela em outras ocasiões, inclusive na frente da filha, que chegou a contar para a avó que o pai havia derrubado uma porta durante uma biga do casal.

Apesar do relato, a Polícia Civil informou que a vítima nunca registrou ocorrência de agressão.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).



EV SSL Certificate