Últimas Notícias

Montes Claros – Falta de médico legista interrompe atendimento do IML‏

É proibido morrer final de semana em Montes Claros“. A declaração foi feita pelo Vereador Pastor Altemar (PSDB), na última Reunião Ordinária da Câmara Municipal (30/09). Segundo ele, está faltando médico legista para atuar aos finais de semana. “Tenho acompanhado diversos casos relacionados este tipo de situação. Para se ter ideia, no último final de semana morreu uma criança, além dos pais não terem condições de enterrar o filho, uma vez que já haviam gasto com a doença, eles tiveram que enfrentar o descaso, a falta de respeito pela falta de médico legista para liberar o corpo do filho”, comentou Altemar.

"É proibido morrer final de semana em Montes Claros". A declaração foi feita pelo Vereador Pastor Altemar (PSDB), na última Reunião Ordinária da Câmara Municipal
“É proibido morrer final de semana em Montes Claros”. A declaração foi feita pelo Vereador Pastor Altemar (PSDB), na última Reunião Ordinária da Câmara Municipal

De acordo com o Parlamentar, a espera pela liberação do laudo só é feita em dias úteis. “Se a pessoa falecer no sábado, o corpo fica o final de semana inteiro na funerária aguardando atendimento do IML. Somente na manhã da segunda-feira o serviço volta ao normal” complementa. Outra questão ressaltada pelo Vereador, trata da falta de estrutura da Polícia Civil para realizar o trabalho de perícia.

A situação segundo ele, vem ocorrendo há muito tempo. Além da Polícia Civil só contar com um perito, falta equipamento adequado para trabalhar. “Teve caso em que os moradores tiveram que emprestar o celular para clarear o local do crime, uma vez que o perito não tinha uma lanterna, não tinha uma ferramenta sequer. Ou seja, não adianta ter o profissional e não ter condições de trabalho”, comentou. Altemar apresenta como sugestão a imediata abertura de edital para contratação de médicos legista, o que diminuirá o tempo de espera e permitir o atendimento nos finais de semana.