Últimas Notícias

Substâncias presentes no chocolate colaboram para a memória

Alguns antioxidantes (flavonoides) presentes no chocolate podem ajudar a memória de pessoas com idades mais avançadas, revela o estudo organizado pelo neurologista da Columbia University Medical Center, Scott Small.

Estudo revelou que as pessoas que tomaram a mistura de antioxidantes extraídos do chocolate apresentam melhoras consistentes da memória
Estudo revelou que as pessoas que tomaram a mistura de antioxidantes extraídos do chocolate apresentam melhoras consistentes da memória

Segundo o cientista estas substâncias presentes no cacau revigoram a memória das pessoas mais velhas, porém ele adverte que é inútil se empanturrar de chocolate para obter os mesmos resultados, as doses de flavonoedes utilizadas na pesquisa são altas e seria necessário comer muitíssimo chocolate para chegar a absorver uma quantidade eficaz de antioxidantes.

A pesquisa foi realizada com um grupo de pessoas entre 50 a 69 anos que consumiram todos os dias uma bebida que continha 900 miligramas de antioxidantes e depois testaram a memória varias vezes no começo do estudo e por três meses consecutivos.

O estudo revelou que as pessoas que tomaram a mistura de antioxidantes extraídos do chocolate apresentam melhoras consistentes da memória e também reverteu o declínio da memória, um processo natural na velhice.

A memória destas pessoas é comparável com a de indivíduos com 30 a 40 anos.

Foi observado também que as pessoas que se submeteram ao teste tiveram um aumento do fluxo de sangue no cérebro em uma área importante para a memória, este é um sinal de que a região potencializou a própria atividade depois do tratamento. Os resultados da pesquisa foram publicados na revista científica Nature Neuroscience.

ANSA Brasil