Últimas Notícias

MG – Hemominas altera atendimento a candidatos à doação de medula óssea

A Fundação Hemominas informa que a partir da próxima segunda-feira (10), o cadastramento de candidatos à doação de medula óssea será realizado às segundas, quartas e sextas-feiras, no período da manhã, até às 12h, em virtude do limite estipulado pelo Ministério da Saúde/ Inca para cadastros em Minas Gerais no ano de 2014. Até o mês de setembro o Estado já havia atingido mais de 90% da meta.

MG - Hemominas altera atendimento a candidatos à doação de medula óssea
MG – Hemominas altera atendimento a candidatos à doação de medula óssea

Para se cadastrar como candidato à doação de medula óssea é preciso apresentar documento oficial de identidade com foto, preencher os formulários para o cadastramento, ter entre 18 e 55 anos, boa saúde e não apresentar doenças infecciosas ou hematológicas. A pessoa que se candidatar recebe todos os esclarecimentos sobre o processo de doação e, em seguida, é colhida uma pequena amostra de sangue (cerca de 5 ml) que será submetida ao exame de classificação da medula (HLA). O resultado da tipagem HLA e os outros resultados dos exames de Histocompatibilidade/Imunogenética serão incluídos no Redome (Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea), coordenado pelo Laboratório de Imunogenética do Instituto Nacional do Câncer – Inca, do Ministério da Saúde.

No momento da doação da amostra de sangue, a pessoa assina um Termo de Consentimento com orientações sobre o que é o transplante de medula óssea e fica ciente que: o candidato à doação de medula óssea deve encontrar-se em bom estado de saúde e o resultado dos exames de compatibilidade (HLA) não estará disponível ao doador.   Quando surgir compatibilidade do candidato com algum dos pacientes que aguardam o transplante, novos procedimentos vão garantir a efetivação da doação.

 A chance de encontrar um doador com medula compatível entre não parentes é de 1 em 100 mil, devido à miscigenação do povo brasileiro. Se for encontrado um doador compatível, o mesmo é convidado a fazer, voluntariamente, a doação (o Inca mantém em sigilo a identidade do paciente).