Últimas Notícias

Nova equipe econômica pode enfrentar rombo de R$ 100 bilhões

A nova equipe econômica do governo da presidente reeleita Dilma Rousseff (PT) poderá enfrentar um rombo de R$ 100 billhões em 2015, segundo as mais recentes estimativas oficiais. As informações são da Folha de S. Paulo.

Ministro da Fazenda, Guido Mantega, deixa o cargo com rombo aproximado a R$ 100 bi
Ministro da Fazenda, Guido Mantega, deixa o cargo com rombo aproximado a R$ 100 bi

A receita do ano seguinte é calculada a partir do ano atual, além da inflação e do crescimento econômico esperados. Considerando os dados atuais, com inflação de 6,5% e expansão econômica de 0,8% projetada pelos analistas de mercado, temos algo próximo a R$ 1,3 trilhão.

Na última sexta-feira, a área econômica admitiu que expectativas para 2014 estavam exageradas: a projeção para o ano foi reduzida em R$ 38,4 bilhões, para R$ 1,046 trilhão, já descontadas as transferências para Estados e municípios.

Neste próximo ano, segundo a publicação, a arrecadação terá de ser revista para baixo, forçando cortes de despesas, meta fiscal realista ou uma combinação das duas coisas.

No projeto de Orçamento do ano que vem também prevê gastos que podem ser revistos para cima. Segundo estudo da consultoria orçamentária da Câmara dos Deputados, isso pode atingir benefícios previdenciários, no seguro-desemprego e no abono salarial.

A expectativa de crescimento econômico de 2015 caiu de 3% para 2%.