OI TOTAL COM FIBRA
Inicio » Internacional » África » África – Lava atinge primeira aldeia na Ilha do Fogo

África – Lava atinge primeira aldeia na Ilha do Fogo

A lava que está sendo expelida após erupção vulcânica na Ilha do Fogo, em Cabo Verde, já chegou à localidade de Portela, principal povoado de Chã das Caldeiras.

Aumento da velocidade de deslocamento da lava se deve à intensificação da atividade vulcânica no final dessa terça-feira (25)
Aumento da velocidade de deslocamento da lava se deve à intensificação da atividade vulcânica no final dessa terça-feira (25)

Hélio Semedo, geólogo do Instituto Nacional de Proteção Civil e Bombeiros (INPCB), de Cabo Verde, adiantou que às 6h locais, as duas principais torrentes de lava estavam a apenas 2 metros da primeira casa do povoado de Portela e a 30 metros do Hotel Pedra Brava.

Segundo o especialista, o aumento da velocidade de deslocamento da lava se deve à intensificação da atividade vulcânica no final dessa terça-feira (25), que se prolongou pelas primeiras horas desta quinta (26).

O diretor de operações da Proteção Civil e Bombeiros de Cabo Verde, Nuno Oliveira, disse que a lava já ultrapassou a barreira natural de 2 metros que “murava” a entrada de Portela, aumentando o risco de destruição do povoado.

Cerca de uma centena de agentes das forças policiais está no local para garantir a segurança do povoado, com um comando e acampamento montados na escola da aldeia.

Ainda segundo Oliveira, duas retroescavadeiras operam na zona norte da cratera para abrir uma via rodoviária alternativa em direção ao povoado de Mosteiros, no Norte da ilha, e permitir o acesso à região sem grandes riscos.

O primeiro-ministro de Cabo Verde, José Maria Neves, sobrevoou a Ilha do Fogo acompanhado de 19 pessoas, entre elas, membros do governo e deputados, além de dois vulcanólogos do Instituto Tecnológico de Energias Renováveis das Ilhas Canárias (Espanha)

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.O espaço de comentários em nossos artigos é destinado a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não às pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou email válido).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *