Inicio » Norte de Minas » Norte de Minas – Obras são desaceleradas no Projeto Hidroagrícola Jequitaí

Norte de Minas – Obras são desaceleradas no Projeto Hidroagrícola Jequitaí

Um descompasso entre a obra física e os trabalhos ambientais e sociais, que passam pelas licenças e pelo remanejamento de 260 famílias que precisam ser reassentadas, provocou a redução no ritmo de trabalho no Projeto Hidroagrícola Jequitaí. Não se trata da paralisação da obra – sonhada há cerca de 50 anos -, como chegou a ser especulado, mas da adequação do cronograma entre as partes envolvidas no empreendimento, que abrirá uma nova fronteira agrícola no Norte de Minas. A informação foi dada pelo diretor de Revitalização e Infraestrutura da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba (Codevasf), Sérgio Coelho, na manhã dessa terça-feira (25/11), em Montes Claros.

Norte de Minas - Obras são desaceleradas no Projeto Hidroagrícola Jequitaí
Norte de Minas – Obras são desaceleradas no Projeto Hidroagrícola Jequitaí

O dirigente veio de Brasília/DF para reunião com prefeitos, técnicos dos órgãos envolvidos no Projeto Jequitaí e com a Imprensa na 1ª Superintendência Regional da entidade. Durante o encontro, Coelho esclareceu os fatos que andaram gerando inquietações nos últimos dias. “O Projeto Jequitaí é irreversível, tem os recursos necessários (R$ 304 milhões previstos no Programa de Aceleração do Crescimento – PAC) devidamente alocados e não há risco de paralisação das obras. Os problemas ambientais e sociais estão sendo resolvidos e, neste momento, temos de 15% a 18% das obras físicas concluídas, que são as fundações necessárias à construção do maciço de barramento”, explicou o dirigente.

Leia Também

Embora a meta nacional tenha sido superada, os dados mostram que pelo menos meio milhão de crianças não foram atingidas

Com baixa adesão, governo estuda tornar obrigatória vacinação de crianças

* Por: Jornal Montes Claros - 18 de setembro de 2018. A coordenadora do Programa …

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.O espaço de comentários em nossos artigos é destinado a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não às pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou email válido).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *